PUBLICIDADE
IPCA
0,26 Jun.2020
Topo

Associação aponta aumento do preço de feijão e desinfetante em mercados

Consumidora faz compras em supermercado em meio à pandemia de coronavírus - Getty Images
Consumidora faz compras em supermercado em meio à pandemia de coronavírus Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

14/05/2020 18h34

A Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (Proteste), divulgou hoje uma pesquisa apontando aumento do preço de produtos nos supermercados em São Paulo desde o início da pandemia de coronavírus.

O feijão carioca apresentou a maior variação percentual, com média de 66% no aumento do preço. Outros dois produtos que apresentaram aumento foram o óleo de soja (variação de 20%), açúcar refinado (13%) e sabão em pó (10%).

Valores variam de acordo com estabelecimento

Os valores de 10 produtos foram avaliados em 50 mercados da cidade. A associação analisou os preços dos produtos em um mesmo estabelecimento, comparando valores de maio de 2019 com os de agora.

O preço do desinfetante, muito usado para higienização, teve variação de aproximadamente 58% em um mesmo supermercado. O aumento da demanda, explica a associação, pode justificar o valor.

Sabonetes também entram na cota de aumentos em determinados estabelecimentos: uma barra teve aumento de 41%, no intervalo de um ano, em uma rede grande de supermercados da capital paulista.

Economia