PUBLICIDADE
IPCA
0,36 Jul.2020
Topo

Empresa cria escudo para proteger passageiros do coronavírus em aviões

Escudos criados pela RAS Completions para proteger os passageiros do coronavírus em voos - Divulgação
Escudos criados pela RAS Completions para proteger os passageiros do coronavírus em voos Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

11/06/2020 08h14Atualizada em 11/06/2020 08h54

Uma empresa britânica apresentou uma ideia para tentar evitar as transmissões do novo coronavírus nas viagens de avião: trata-se de um escudo de proteção colocado entre os assentos, na altura da cabeça, e que evitaria a transmissão de gotículas entre os passageiros. As placas são feitas de policarbonato transparente.

O modelo foi apresentado pela RAS Completions, empresa que desenvolve melhorias para aeronaves corporativas do Reino Unido. No entanto, a ideia poderia ser usada também em voos comerciais. Ela reconhece que a solução não resolve a questão do distanciamento e que outras medidas, tais como uso de máscaras, luvas, entre outros, devem ser obrigatórias nos voos.

"A ideia era apresentar algo que se encaixasse em qualquer tipo de aeronave comercial", disse Roger Patron, gerente de negócios da RAS. "Tentamos fazer algo simples e para manter as pessoas seguras", completou ele em entrevista à CNN.

O custo, segundo Patron, foi um ponto "crucial" do projeto, por isso apostaram na simplicidade e em algo acessível. Ele diz que, após os prejuízos sofridos com a crise, as companhias aéreas vão precisar de soluções que "não quebrem o orçamento".

A empresa diz que algumas companhias aéreas estão demonstrando interesse, outras continuam cautelosas e acompanhando como o mercado está se readaptando. "Vemos isso como uma solução de médio e não longo prazo", diz Patron.

A ideia já foi apresentada à Agência de Segurança da Aviação da União Europeia e espera por aprovação.