PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Cotações

Bolsa sobe 2,48%, maior alta em 2 meses; dólar fecha em queda, a R$ 5,469

Do UOL, em São Paulo

18/08/2020 17h06

O Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores brasileira, saltou 2,48% hoje (18), a 102.065,35 pontos. Foi a maior alta diária desde 8 de junho, quando subiu 3,18%. Ontem (17), o índice fechou com queda de 1,73%, a 99.595,406 pontos.

O dólar comercial fechou com desvalorização de 0,5%, cotado a R$ 5,469 na venda, interrompendo uma sequência de duas altas seguidas. Ontem, a moeda norte-americana fechou vendida a R$ 5,496, com valorização de 1,26%.

O valor do dólar divulgado diariamente pela imprensa, inclusive o UOL, refere-se ao dólar comercial. Para quem vai viajar e precisa comprar moeda em corretoras de câmbio, o valor é bem mais alto.

Confiança em Guedes

Na véspera, Guedes afirmou que a confiança entre ele e o presidente Jair Bolsonaro é recíproca, e também reforçou seu compromisso com o teto de gastos, dizendo que, diante da vontade da administração de investir em obras públicas, seu papel é alertar sobre as limitações colocadas pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

As declarações do ministro foram dadas após um dia em que rumores sobre sua eventual saída mexeram com o mercado, levando o dólar ao maior valor em quase três meses.

Além disso, o presidente Jair Bolsonaro disse à CNN Brasil que a saída do ministro nunca foi cogitada e que a chance de furar o teto de gastos é zero.

"Hoje os mercados estão mais tranquilos, e o dólar continua fraco no exterior", disse Álvaro Bandeira, economista-chefe do banco digital Modalmais. "Além disso, houve um alívio político com a fala do Paulo Guedes e de Bolsonaro, sinalizando que entraram juntos e vão sair juntos" do governo.

Segundo Bandeira, o dólar está sendo negociado em patamar um pouco exagerado, e, como tendência, deve acabar voltando para um patamar próximo a R$ 5,30 no futuro próximo.

*Com Reuters

Cotações