PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

Governo divulga datas de parcela única de R$ 300 para 1,2 milhão de pessoas

Do UOL, em São Paulo

11/12/2020 11h32Atualizada em 11/12/2020 21h45

O governo federal divulgou hoje o calendário de pagamento do auxílio emergencial de R$ 300 (ou R$ 600, no caso de mulheres chefes de família) para 1,2 milhão de pessoas. Elas receberão apenas uma parcela, paga entre 21 e 29 de dezembro.

Esse é o grupo de trabalhadores que recebeu a primeira parcela do auxílio de R$ 600 apenas em julho. Em setembro, quando o governo anunciou a prorrogação do benefício, com a metade do valor, informou nem todos receberiam as quatro parcelas de R$ 300. Na verdade, só têm direito às quatro parcelas aqueles que começaram a receber o auxílio emergencial em abril. Todos os outros têm direito a menos.

Há diversas razões para o trabalhador só ter começado a receber o auxílio depois de abril. A resposta do governo pode ter demorado, ele pode ter feito o pedido mais tarde —o cadastro ficou aberto até 2 de julho—, ter recebido somente após contestar uma negativa ou, ainda, ter conseguido o auxílio apenas após entrar com uma ação judicial.

Confira os calendários:

Para quem começou a receber o auxílio em julho (crédito em poupança social digital)

  • Nascidos entre janeiro e setembro, recebem dia 21 de dezembro;
  • Nascidos em outubro, recebem dia 23 de dezembro;
  • Nascidos em novembro, recebem dia 28 de dezembro;
  • Nascidos em dezembro, recebem dia 29 de dezembro.

Para quem começou a receber o auxílio em julho (saques e transferências)

  • Nascidos em janeiro e fevereiro: 21 de dezembro;
  • Nascidos em março: 4 de fevereiro de 2021;
  • Nascidos em abril: 6 de janeiro de 2021;
  • Nascidos em maio: 11 de janeiro de 2021;
  • Nascidos em junho: 13 de janeiro de 2021;
  • Nascidos em julho: 15 de janeiro de 2021;
  • Nascidos em agosto: 18 de janeiro de 2021;
  • Nascidos em setembro: 20 de janeiro de 2021;
  • Nascidos em outubro: 22 de janeiro de 2021;
  • Nascidos em novembro: 25 de janeiro de 2021;
  • Nascidos em dezembro: 27 de janeiro de 2021

Novos cadastros aprovados e contestações

O Ministério da Cidadania anunciou que 3.690 pessoas foram aprovadas para receber pela primeira vez o auxílio emergencial. Elas terão direito a cinco parcelas de R$ 600 (ou R$ 1.200 para mulheres chefe de família), todas pagas de uma vez dentro do calendário do ciclo 6 (veja datas a seguir).

Além disso, 859 pessoas que já recebiam o auxílio emergencial mas tiveram a extensão negada foram aprovadas após contestação realizada até 23 de novembro. Esse grupo receberá uma parcela de R$ 300 (ou R$ 600 para mulheres chefe de família) conforme o calendário do ciclo 6.

Último auxílio de R$ 300 para o Bolsa Família

A Caixa começou nesta quinta-feira (10) a pagar a última parcela do auxílio emergencial aos beneficiários do Bolsa Família que têm direito ao benefício.

Oficialmente, o governo mantém o posicionamento de que esta é a última leva do auxílio. Porém, ainda existe a possibilidade de uma prorrogação, principalmente se o número de mortes diárias por covid-19 aumentar e se houver novas medidas de isolamento social (lockdown).

A quarta e última parcela da extensão será liberada para o público do Bolsa Família conforme o dígito final do NIS, nas seguintes datas:

A novidade deste mês é que o grupo do Bolsa Família também receberá o dinheiro em poupança digital pelo aplicativo Caixa Tem, mas continuará podendo sacar com o cartão do programa ou com o Cartão Cidadão.

Não é possível acumular integramente pagamentos do auxílio e do Bolsa Família. Se o valor do seu Bolsa Família é inferior a R$ 300, você vai receber parcelas de R$ 300. Se for superior a R$ 300, vai receber o valor do Bolsa Família.

Mulheres chefe de família têm direito a duas cotas do auxílio (R$ 600 por parcela).

Governo divulga novo calendário do auxílio emergencial

redetv