PUBLICIDADE
IPCA
+0,93 Mar.2021
Topo

Cotações

Dólar sobe a R$ 5,69 e Bolsa opera em queda após decisões sobre impostos

Ontem (1º) o dólar comercial teve desvalorização de 0,09%, fechando a R$ 5,601 na venda - Getty Images/iStockphoto
Ontem (1º) o dólar comercial teve desvalorização de 0,09%, fechando a R$ 5,601 na venda Imagem: Getty Images/iStockphoto

Do UOL, em São Paulo

02/03/2021 09h08Atualizada em 02/03/2021 10h54

O dólar comercial operava em alta de mais de 1% hoje, com os investidores reagindo à decisão do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de reduzir a zero as alíquotas do PIS/Cofins incidentes sobre a comercialização e a importação do óleo diesel. Por volta das 10h10 (de Brasília), a moeda norte-americana subia 1,60%, vendida a R$ 5,690.

A medida será compensada pelo aumento da CSLL (Contribuição Social sobre Lucro Liquido) de instituições financeiras como os bancos, o que pressiona as operações na Bolsa.

Ao mesmo tempo, as expectativas do mercado giravam em torno da leitura do parecer da PEC emergencial.

Ontem (1º) o dólar comercial teve desvalorização de 0,09%, fechando a R$ 5,601 na venda.

O valor do dólar divulgado diariamente pela imprensa, inclusive o UOL, refere-se ao dólar comercial. Para quem vai viajar e precisa comprar moeda em corretoras de câmbio, o valor é bem mais alto.

O Ibovespa, principal indicador da Bolsa de Valores brasileira, abriu as negociações de hoje (2) em queda. Próximo das 10h15 (de Brasília), o índice caía 2,16%, aos 107.914,81 pontos.

Ontem (1), o índice teve valorização de 0,27% aos 110.334,83 pontos.

(Com Reuters)

Cotações