PUBLICIDADE
IPCA
1,25 Out.2021
Topo

Bilionário da Louis Vuitton ultrapassa Jeff Bezos e é o mais rico do mundo

Magnata francês Bernard Arnault, diretor da Louis Vuitton Moët Hennessy, se torna a pessoa mais rica do mundo - Guillaume Souvant/Getty Images
Magnata francês Bernard Arnault, diretor da Louis Vuitton Moët Hennessy, se torna a pessoa mais rica do mundo Imagem: Guillaume Souvant/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

24/05/2021 11h53Atualizada em 24/05/2021 13h45

O bilionário francês Bernard Arnault se tornou hoje a pessoa mais rica do mundo após alta nas ações do grupo de moda de luxo LVMH (Louis Vuitton Moët Hennessy). Com patrimônio líquido estimado em US$ 186,3 bilhões, Arnault ultrapassa Jeff Bezos (US$ 186 bilhões) e Elon Musk (US$ 147,3 bilhões). O levantamento é da Forbes.

Segundo cálculos da revista, a fortuna de Arnault saltou de US$ 76 bilhões, em março de 2020, para US$ 186,3 bilhões. Um aumento de mais de US$ 110 bilhões nos últimos 14 meses.

Hoje, as ações do grupo LVMH subiram 0,4% nas primeiras horas do pregão, aumentando a capitalização de mercado em US$ 320 bilhões e elevando a participação pessoal de Arnault em mais de US$ 600 milhões.

O empresário supervisiona um império de 70 marcas, incluindo Louis Vuitton, Sephora, Christian Dior e Givenchy.

Em janeiro deste ano, a LVMH concluiu um acordo com a joalheria americana Tiffany & Co por US$ 15,8 bilhões, considerada a maior aquisição da marca de luxo de todos os tempos.

Nascido em 1949, Arnault começou sua carreira profissional como engenheiro na construtora Ferret-Savinel e foi promovido a vários cargos de gerência executiva antes de se tornar presidente da empresa em 1978. Em 1984, deixou a construtora para reorganizar a holding Financière Agache.

Cinco anos depois, em 1989, Arnault se tornou o acionista majoritário da LVMH, da qual é presidente e CEO desde essa data.

PUBLICIDADE