PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Suécia comete erro e terá de reembolsar R$ 8 mi em bitcoins a criminoso

Moeda valorizou enquanto condenado estava preso - Rick Bowmer/AFP
Moeda valorizou enquanto condenado estava preso Imagem: Rick Bowmer/AFP

Colaboração para o UOL, em São Paulo

24/08/2021 15h20

O governo da Suécia precisará devolver 14 milhões de coroas suecas (cerca de R$ 8 milhões, na cotação atual) em bitcoins a um traficante de drogas condenado. A medida foi determinada após o valor da criptomoeda disparar enquanto ele estava na prisão, segundo o jornal Telegraph.

A promotora de justiça Tove Kullberg explicou que, à época da sentença, os 36 bitcoins pertencentes ao condenado deveriam ser apreendidos, o que não aconteceu. "Isso levou a consequências que não pudemos prever quando ele foi preso", avaliou Kullberg.

Quando a Autoridade de Execução Sueca começou a leiloar a criptomoeda, o valor dela disparou, e agora o governo precisará reembolsar o homem, ainda que ele tenha conquistado as criptomoedas de forma ilícita, segundo o portal de notícias.

"A lição a ser aprendida com isso é manter o valor em bitcoins, que o lucro do crime deve ser de 36 bitcoins, independentemente do valor que ele terá no momento", disse a promotora, que diz que a justiça deve se ater às criptomoedas a partir de agora.

"Deveríamos investir em uma educação interna na autoridade [de acusação], já que a criptomoeda será um fator com o qual lidaremos muito mais do que hoje. Quanto mais aumentamos o nível de conhecimento dentro da organização, menos erros cometeremos", disse ela, segundo o Telegraph.

PUBLICIDADE