PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Caixa lança empréstimo de até R$ 1.000 no Caixa Tem; juro é de 3,99% ao mês

Filipe Andretta

Do UOL, em São Paulo

27/09/2021 09h47Atualizada em 27/09/2021 14h09

A Caixa lançou nesta segunda-feira (27) um programa de empréstimos de pequenos valores (microcrédito) por meio do aplicativo Caixa Tem, que poderá ser contratado por até 100 milhões de pessoas. Os empréstimos terão valores de R$ 300 e R$ 1.000, com taxa de juros de 3,99% ao mês e pagamento em até 24 vezes.

O cliente toma o empréstimo diretamente pelo celular, no aplicativo. O Caixa Tem foi criado no primeiro semestre de 2020 para o governo pagar o auxílio emergencial para milhões de pessoas. Beneficiários do auxílio recebem até hoje o dinheiro em poupanças digitais gratuitas.

O app também foi usado para pagar o BEm (Benefício Emergencial, pago a quem teve o salário reduzido) e o abono salarial do PIS/Pasep. Desde novembro, beneficiários do Bolsa Família também passaram a receber o depósito na poupança digital.

Caixa Tem oferece dois tipos de empréstimos

Através do Caixa Tem, o usuário pode fazer dois tipos de empréstimos: o Pessoal e o Produtivo. O primeiro é indicado para despesas pessoais, enquanto o segundo é para investir em negócios e/ou empreendimentos. A taxa de juros de ambos é a mesma, de 3,99% ao mês, e pagamento em até 24 vezes.

Os valores liberados para empréstimo são baseados nas informações do cadastro do usuário e levam em conta o histórico financeiro pessoal e/ou do negócio. Após a avaliação do crédito, o valor é liberado.

É necessário atualizar o aplicativo

Para ter acesso aos empréstimos, os usuários do app precisam atualizar seu cadastro no Caixa Tem com informações pessoais.

Como o aplicativo tem mais de 106 milhões de usuários, essa atualização será liberada gradativamente, conforme o mês de aniversário do usuário, seguindo o calendário abaixo:

  • Janeiro e fevereiro: 27/9
  • Março e abril: 18/10
  • Maio e junho: 8/11
  • Julho e agosto: 29/11
  • Setembro e outubro: 13/12
  • Novembro e dezembro: 27/12

A Caixa já estuda formas de implementar a oferta de microcrédito pelo Caixa Tem há meses. Executivos do banco afirmaram em diversas oportunidades que o plano era expandir os serviços oferecidos por meio do aplicativo.

Em março de 2021, o app exibiu por algumas horas a opção "Cliente Top", que guiava os usuários para uma atualização cadastral. O ícone gerou confusão e acabou sendo tirado do ar.

À época, o UOL apurou que se tratava de um projeto-piloto para atualizar as poupanças digitais. Um dos objetivos era justamente ter mais dados sobre o perfil de cada usuário para poder oferecer o microcrédito.

Novos usuários têm calendário diferente

Quem ainda não tem uma poupança digital no Caixa Tem poderá abrir uma e solicitar o microcrédito. O calendário para novos clientes é diferente e também avança de acordo com o mês de nascimento:

  • Janeiro, fevereiro, março, abril, maio e junho: 8/11
  • Julho e agosto: 29/11
  • Setembro e outubro: 13/12
  • Novembro e dezembro: 27/12

Como pedir empréstimo?

Após a atualização, o usuário da conta poderá pedir o crédito Caixa Tem diretamente pelo app. O valor liberado dependerá de análise de crédito.

"Antes de contratar, lembre-se de fazer as contas para ver se o valor das parcelas cabe no seu bolso, pois é importante manter o pagamento do empréstimo em dia para que sua vida financeira fique sempre organizada", diz um aviso exibido no aplicativo.

Quem pode contratar o crédito?

Autônomo (sem carteira de trabalho assinada), beneficiários de programas sociais e destinatários de políticas públicas de distribuição de renda e assalariados podem contratar o crédito.

A oferta do crédito estará liberada para qualquer pessoa que use aplicativo Caixa Tem e que já tenha feito a atualização cadastral, tendo sua conta transformada de Poupança Social Digital Caixa para Poupança Digital+. A atualização será liberada aos poucos, de acordo com o mês de nascimento (veja calendário acima).

É necessário ter sido aprovado pela análise de crédito na Caixa e ter limite disponível para contratar. Além disso, seu nome não pode estar negativado no Serasa e SPC.

No entanto, o programa não atenderá beneficiários do Bolsa Família. Segundo a instituição, o processo de atualização cadastral no Caixa Tem, que é necessário para tomar o empréstimo, cancela o cartão do benefício Bolsa Família. "As pessoas que vão receber auxílio (emergencial) não terão esse crédito. Por quê? Porque elas não têm condições de pagar", disse o presidente da Caixa, durante o evento de lançamento.

O que fazer se o crédito não foi aprovado?

Não ser aprovado no momento pode significar apenas que você não atingiu os critérios de avaliação de crédito da Caixa. A instituição recomenda que a pessoa verifique se tem alguma restrição cadastral em seu CPF.

O valor aprovado para contratar empréstimo é baixo, gostaria de ter um limite maior, o que posso fazer?

Os valores liberados para empréstimo são baseados nas informações do seu cadastro atual e no seu histórico financeiro, no momento da avaliação de crédito.

Não há data certa para nova avaliação de crédito. "Mas, se for útil para você e couber no seu orçamento, use o valor liberado hoje, faça os pagamentos em dia e assim construa um histórico de relacionamento com a Caixa", diz a empresa.

PUBLICIDADE
Errata: o texto foi atualizado
O texto dizia, anteriormente, que beneficiários do Auxílio Emergencial não poderiam ter acesso ao crédito. A informação foi dita pelo presidente da Caixa, Pedro Guimarães, durante o lançamento do serviço. No entanto, quem recebe o auxílio emergencial poderá ter acesso ao crédito; a limitação vale apenas para quem recebe o Bolsa Família. O texto foi corrigido.