PUBLICIDADE
IPCA
1,25 Out.2021
Topo

SP: Servidores da capital entram em greve contra reforma da previdência

Protesto contra Sampaprev 2 no centro de São Paulo - Divulgação/Sindsep
Protesto contra Sampaprev 2 no centro de São Paulo Imagem: Divulgação/Sindsep

Do UOL, em São Paulo

19/10/2021 19h25

Os servidores públicos da cidade de São Paulo entraram hoje em greve unificada contra o PLO (Projeto de Emenda à Lei Orgânica) 07/2021 — conhecido como Sampaprev 2 —, o projeto de reforma da previdência do prefeito Ricardo Nunes (MDB).

A greve foi aprovada em assembleia unificada das entidades do funcionalismo público, realizada na tarde de hoje e é por tempo indeterminado.

Os trabalhadores defendem a rejeição do Sampaprev 2, que já foi aprovado em primeira votação na Câmara de São Paulo.

Alguns dos pontos mais criticados do projeto do prefeito são o aumento da idade mínima de aposentadoria no município e a retirada da isenção de contribuição previdenciária aos aposentados e inativos, que hoje é de 14%.

Entre os sindicatos que aderiram à greve estão o Sindsep (Sindicato dos Servidores Municipais de São Paulo), o Sindsaúde (Sindicato dos Trabalhadores Públicos da Saúde no Estado de São Paulo) e o Sinpeem (Sindicato dos Profissionais em Educação no Ensino Municipal de São Paulo — que já havia aprovado greve na semana passada).

Os servidores municipais fizeram uma manifestação hoje em frente à Prefeitura de São Paulo e marcaram para amanhã um novo protesto, desta vez em frente à Câmara Municipal.

protesto - Divulgação/Sindsep - Divulgação/Sindsep
Servidores alegam que fim do abono de 14% vai gerar corte de salário
Imagem: Divulgação/Sindsep

Veja os outros sindicatos que aprovaram greve:

  • Anis (Associação dos Servidores de Nível Superior da Prefeitura do Município de São Paulo)
  • Sasp (Sindicato dos Arquitetos do Estado de São Paulo)
  • Amaasp (Associação Municipal dos Assistentes de Gestão de Políticas Públicas e Agentes de Apoio de São Paulo)
  • Adam (Associação dos Administradores Municipais de São Paulo)
  • Aprofem (Sindicato dos Professores e Funcionários Municipais de São Paulo)
  • Fasp PMSP (Federação das Associações Sindicais e Profissionais de Servidores da Prefeitura do Município de São Paulo)
  • Sinesp (Sindicato dos Especialistas de Educação do Ensino Público Municipal de São Paulo)
  • Savim (Sindicato dos Agentes Vistores de São Paulo)
  • Sedin (Sindicato dos Educadores da Infância)
  • Sinpsi (Sindicato dos Psicólogos de São Paulo)
  • Sindguardas (Sindicato dos Guardas Civis Metropolitanos de São Paulo)
  • Seesp (Sindicato dos Engenheiros do Estado de São Paulo)
  • Simesp (Sindicato dos Médicos de São Paulo)
  • Seam (Sociedade de Engenheiros e Arquitetos Municipais)
  • Sindilex (Sindicato dos Servidores da Câmara Municipal e do Tribunal de Contas do Município de São Paulo)
  • Sindicato dos Farmacêuticos do Estado de São Paulo
  • Sindicato dos Nutricionistas do Estado de São Paulo
  • Sinpeem (Sindicato dos Profissionais em Educação no Ensino Municipal de São Paulo)
PUBLICIDADE