PUBLICIDADE
IPCA
0,73 Dez.2021
Topo

Veja calendário de pagamento do Auxílio Brasil, substituto do Bolsa Família

Do UOL, em São Paulo

04/11/2021 13h35

Começa em 17 de novembro o programa Auxílio Brasil, substituto do Bolsa Família, com o pagamento para beneficiários com NIS (Número de Inscrição Social) de final 1. O calendário é o mesmo do antigo Bolsa Família.

O Auxílio Brasil foi criado por meio de uma medida provisória, que também extinguiu o Bolsa Família. Segundo o governo federal, quem tem direito receberá o benefício automaticamente, sem necessidade de recadastramento.

Confira o calendário de pagamentos do Auxílio Brasil em novembro e dezembro, de acordo com o número do NIS.

Novembro de 2021

  • NIS final 1: 17 de novembro de 2021
  • NIS final 2: 18 de novembro de 2021
  • NIS final 3: 19 de novembro de 2021
  • NIS final 4: 22 de novembro de 2021
  • NIS final 5: 23 de novembro de 2021
  • NIS final 6: 24 de novembro de 2021
  • NIS final 7: 25 de novembro de 2021
  • NIS final 8: 26 de novembro de 2021
  • NIS final 9: 29 de novembro de 2021
  • NIS final 0: 30 de novembro de 2021

Dezembro de 2021

  • NIS final 1: 10 de dezembro de 2021
  • NIS final 2: 13 de dezembro de 2021
  • NIS final 3: 14 de dezembro de 2021
  • NIS final 4: 15 de dezembro de 2021
  • NIS final 5: 16 de dezembro de 2021
  • NIS final 6: 17 de dezembro de 2021
  • NIS final 7: 20 de dezembro de 2021
  • NIS final 8: 21 de dezembro de 2021
  • NIS final 9: 22 de dezembro de 2021
  • NIS final 0: 23 de dezembro de 2021

Valor com aumento de 17,84%

O valor médio do novo programa social subirá 17,84% já neste mês de novembro. Em dezembro, dependendo da aprovação da PEC dos precatórios, o governo diz que pagará um complemento, que dará a cada família, até dezembro de 2022, pelo menos R$ 400 mensais. Sem a aprovação dessa PEC, o valor será de R$ 220,00, segundo novo secretário especial do Tesouro e Orçamento, Esteves Colnago.

O reajuste de 17,4% é menor que os 20% de aumento que o ministro da Cidadania, João Roma, havia prometido, em pronunciamento no Palácio do Planalto, no último dia 20, quando anunciou o pagamento do Auxílio Brasil a partir de novembro.

Quem já está na folha de pagamento de novembro do Auxílio Brasil receberá o novo valor de forma retroativa, segundo o governo.

O Ministério da Cidadania informou que em dezembro o programa será ampliado para 17 milhões de famílias. A meta é zerar a fila de espera de pessoas já inscritas no Cadastro Único e habilitadas ao programa, mas que ainda não estão recebendo benefício.

Nas contas do governo, esse número seria de 2,4 milhões de famílias —a diferença entre as 14,6 milhões de famílias que começam a receber o benefício em novembro e o total de 17 milhões de famílias que vão ser atendidas a partir de dezembro.

PUBLICIDADE