PUBLICIDADE
IPCA
0,73 Dez.2021
Topo

Câmara da Argentina rejeita proposta de Orçamento e impõe revés a Fernández

Rejeição entre parlamentares argentinos tem potencial para travar negociações com o FMI sobre novo acordo - Marcos Brindicci/Getty Images
Rejeição entre parlamentares argentinos tem potencial para travar negociações com o FMI sobre novo acordo Imagem: Marcos Brindicci/Getty Images

Do UOL, em São Paulo *

17/12/2021 12h52Atualizada em 17/12/2021 12h54

A Câmara dos Deputados da Argentina rejeitou hoje o projeto de lei orçamentária do governo para 2022, minando o plano econômico do país e criando possível empecilho para as negociações com o FMI (Fundo Monetário Internacional) sobre uma dívida de US$ 45 bilhões.

Depois de um longo — e em alguns momentos acalorado — debate, 132 deputados votaram contra o projeto de lei, com 121 a favor e uma abstenção, uma grande derrota para o já enfraquecido governo do presidente peronista de centro-esquerda Alberto Fernández.

Agora, Fernández precisará decidir se estenderá o Orçamento de 2021 por decreto ou tentará aprovar um novo texto, o que gera incertezas à medida que o país negocia um acordo com o FMI, para o qual a clareza sobre os planos do país é fundamental.

* Com informações de Eliana Raszewski, em Buenos Aires (Argentina)

PUBLICIDADE