PUBLICIDADE
IPCA
-0,68 Jul.2022
Topo

Foragida, 'rainha das criptomoedas' faz plásticas e se esconde no mar

Ruja Ignatova em evento promovido pela OneCoin em Londres antes de ficar foragida  - Divulgação/Department of Justice US
Ruja Ignatova em evento promovido pela OneCoin em Londres antes de ficar foragida Imagem: Divulgação/Department of Justice US

Colaboração para o UOL, em São Paulo

05/07/2022 09h13

Conhecida como "rainha das criptomoedas", a búlgara Ruja Ignatova, 42, esteve escondida em um iate de luxo no Mar Mediterrâneo para escapar dos mandados de prisão em diversos países, apontaram as autoridades alemãs ao jornal alemão Bild.

A golpista desapareceu em 2017, quando sua criptomoeda OneCoin estava no auge, atraindo bilhões de investidores de diversas nacionalidades através de um esquema de pirâmide.

A empresária entrou no mercado prometendo que a criptomoeda seria a "assassina do bitcoin" e ajudaria os investidores a aumentar seus rendimentos em até 10 vezes, o que elevou a sua popularidade, aponta o jornal Washignton Post.

No entanto, autoridades identificaram fraudes e lavagem de dinheiro por trás dos negócios da búlgara. Pelo menos 3 milhões de pessoas, dos EUA e de outros 100 países, foram enganadas no golpe.

Ruja disse às vítimas para enviar fundos para contas OneCoin para comprar pacotes da criptomoeda e ganhar recompensas, o que levou os investidores a enviar transferências eletrônicas dos investimentos, disse o FBI. A OneCoin supostamente ofereceu uma comissão para os membros incentivarem outros a comprar algumas das criptomoedas sem valor

Desde então há um mandado de prisão contra ela no país e uma acusação pelo Tribunal Distrital de Nova York, feita em outubro de 2017.

Diante da situação, Ruja se tornou uma das 10 fugitivas mais procuradas do FBI. Ela também é procurada pela Interpol em 194 países, segundo a BBC.

De acordo com o jornal alemão, durante a fuga, Ruja mudou suas características para driblar os investigadores. Ela pintou os cabelos de loiro e fez plásticas no rosto, especialmente no nariz, mandíbula, bochechas e lábios.

Para ficar ainda mais inalcançável, ela optou por se esconder no Mar Mediterrâneo porque acredita que se estiver a 12 milhas náuticas da costa, a polícia de nenhum país terá jurisdição e não poderá prendê-la.

Estima-se que Ruja tenha uma fortuna avaliada em 4 bilhões de euros (aproximadamente R$ 33,2 bilhões).

Ruja Ignatova nasceu em Ruse, na Bulgária, mas realizou parte de sua escolaridade em Schramberg, na Alemanha, e possui passaporte alemão. Ela se formou em Direito, em Konstanz, e conta com título de doutorado.

As autoridades alemãs indicam que, apenas no país, ela desviou mais de 88 milhões de euros das vítimas.

Na semana passada, o FBI passou a oferecer uma recompensa de US$ 100 mil (equivalente a R$ 532,9 mil) em sua busca por Ruja Ignatova. A polícia federal americana está pedindo qualquer informação que ajude a levar a fraudadora à prisão.