IPCA
0,83 Abr.2024
Topo

Made in USA? Marca conservadora é pega trocando etiqueta de roupas chinesas

Marca dos EUA é multada - Reprodução/Instagram
Marca dos EUA é multada Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para o UOL, em Belo Horizonte

09/08/2022 10h27

Uma empresa de moda dos Estados Unidos foi multada em US$ 211.335, valor superior a R$ 1 milhão, por alegar falsamente que seu vestuário importado é fabricado no país. De acordo com a Comissão Federal de Comércio, a marca Lions Not Sheep trocou etiquetas de roupas fabricadas na China por outras falsas, com os dizeres "Made in USA".

A marca é famosa por estampar mensagens nacionalistas e conservadoras, em camisetas e outras peças, como biquínis.

A ação emitida pela Comissão determina que a Lions Not Sheep deve parar de alegar que os produtos são fabricados nos Estados Unidos.

O órgão acrescentou que a empresa adotou essa prática no período de maio e outubro de 2021. Em um post nas redes sociais, o proprietário da Lions Not Sheep, Sean Whalen, ressaltou o orgulho de "ter construído uma empresa a partir de uma única camiseta com suor e lágrimas".

"Muitas pessoas que não fizeram muito sempre têm muito a dizer, mas nós da Lion Not Sheep estamos trabalhando duro para continuar a crescer e apoiar todos os patriotas em todo o mundo", afirmou ele.

Posteriormente, um comunicado no site da marca informou sobre o "esforço de garantir empregos dentro dos EUA, comprando itens em branco internacionalmente que são enviados aos EUA para receber estampas".