IPCA
0,46 Jul.2024
Topo

Panini anuncia novo kit de figurinhas da Copa; veja quanto vai custar

Do UOL, em São Paulo

07/11/2022 15h25Atualizada em 08/11/2022 14h33

A Panini anunciou nesta segunda-feira (7), após a convocação de Tite, a venda de um kit de atualização de figurinhas da Copa do Mundo de 2022, que começa no próximo dia 20, no Qatar. O pack com novos cromos irá custar R$ 49,00 e as vendas começam a partir de dezembro, ainda sem data definida.

A editora ainda aguarda a convocação das 32 seleções para revelar a quantidade de figurinhas e quais jogadores farão parte do novo kit.

Na lista do Brasil, os atletas Daniel Alves e Gabriel Martinelli foram convocados para o evento no Qatar —ambos não têm seus cromos no livro oficial. A Panini ainda não confirma se os jogadores da seleção canarinho que ficaram de fora do álbum terão suas figurinhas no kit.

Quem ficou de fora no Brasil. O álbum da Panini, lançado em agosto, conta com 18 figurinhas por seleção, além de considerados raros como de o Neymar, que são comercializados por até R$ 9.000. No total, o livro tem 670 figurinhas.

A empresa acertou quase todos os jogadores da seleção brasileiros escolhidos por Tite. A exceção foi Philippe Coutinho, cortado por lesão no último fim de semana. Os jogadores com figurinhas lançadas são:

  • Goleiros: Alisson e Ederson;
  • Laterais: Danilo e Alex Sandro;
  • Zagueiros: Éder Militão, Marquinhos e Thiago Silva;
  • Volantes: Casemiro, Fabinho e Fred;
  • Meias: Philippe Coutinho e Lucas Paquetá;
  • Atacantes: Neymar, Gabriel Jesus, Antony, Raphinha, Richarlison e Vini Jr.

O time de Tite ainda tem Weverton (goleiro), Bremer (zagueiro), Daniel Alves (lateral-direito), Alex Telles (lateral-esquerdo), Everton Ribeiro e Bruno Guimarães (meias), Pedro, Gabriel Martinelli e Rodrygo (atacantes).

Na Copa do Qatar, cada seleção tem direito a 26 jogadores, três a mais do que os habituais 23, por causa da pandemia de covid-19 e das cinco substituições autorizadas pela Fifa ao longo do torneio.

Quanto custa um álbum completo? O livro de figurinhas da Copa do Mundo chegou oficialmente nas bancas em 15 de agosto. O pacote com cinco cromos custa R$ 4 —o dobro do preço cobrado na Copa de 2018 (R$ 2)— e o álbum custa R$ 12 na versão tradicional e R$ 44,90 com capa dura.

Para completar o livro de figurinhas, o colecionador precisa desembolsar pelo menos R$ 548 para comprar um álbum tradicional (R$ 12) e todas as 670 figurinhas, ou 134 pacotinhos (R$ 536). No entanto, essa estimativa leva em consideração apenas se a pessoa for muito sortuda e não tirar nenhum cromo repetido, o que é praticamente impossível.

O valor de R$ 548 equivale a quase metade de um salário mínimo, hoje em R$ 1.212. A quantia também se aproxima do preço médio da cesta básica em capitais como Recife (R$ 558,40), João Pessoa (R$ 559,57) e Salvador (R$ 562,59), segundo levantamento feito em outubro pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos).

Panini teve que se explicar ao Procon-SP. Poucos dias após iniciar as vendas, no início de setembro, clientes reclamaram sobre atrasos na entrega de álbuns e figurinhas da Copa de 2022 comprados na internet. O Procon-SP (Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor) exigiu uma resposta da Panini para os problemas.

A companhia teve de informar os prazos de entrega para cada produto e o cumprimento deles. Também foi contatada a explicar sobre como os consumidores são avisados no caso de atraso, e quais medidas tem adotado para solucionar os casos.

Em nota, a Panini disse que "vem aumentando exponencialmente" a produção do álbum e das figurinhas e que trabalha junto a parceiros e fornecedores "para atender a alta demanda".