IPCA
0,83 Mai.2024
Topo

MP apura prática de funcionários ajoelharem no Outback; rede extingue ato

Do UOL, em São Paulo

22/03/2023 16h36Atualizada em 23/03/2023 09h08

O MPT (Ministério Público do Trabalho) do Maranhão está apurando uma denúncia sobre funcionários do Outback estarem se ajoelhando para atenderem clientes nos estabelecimentos. A rede alega que isso não era obrigatório e extinguiu o ato.

O que aconteceu:

  • O MPT disse que vai requisitar e oficializar os envolvidos para obter mais informações.
  • Com as apurações, o órgão diz que poderá optar por instaurar um inquérito civil ou arquivar o caso.
  • O vídeo com o depoimento de uma advogada está repercutindo em redes sociais. Ela afirmou que funcionários da rede a atenderam se ajoelhando.
  • Segundo a advogada, a funcionária alegou que a ação seria uma "norma do Outback" e ela teria aprendido que deveria atender "no alcance do olhar do cliente".

O que diz o Outback?

  • A empresa disse ao UOL que "nunca obrigou que os colaboradores ficassem de joelhos no atendimento aos clientes".
  • A rede explicou que os atendentes olharem os clientes na altura dos olhos, se abaixando ou sentando na mesa, sempre foi uma ação "opcional".
  • A prática foi extinta em todas 141 unidades da rede no Brasil, inclusive na loja da denúncia, em São Luís do Maranhão, que receberá "orientação sobre o atendimento operacional."

Reforçamos também que estamos pautados pelo Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional e os nossos restaurantes estão em plena conformidade com as normas de segurança do trabalho e segurança ocupacional, o que garante um ambiente seguro e sem risco às nossas pessoas. Temos compromisso e seriedade na relação com nossos colaboradores e clientes, e reiteramos que esse é um dos pilares inegociáveis da nossa atuação."