IPCA
0,83 Abr.2024
Topo

Pix lidera em volume de transações e supera cartões de crédito e débito

O Pix está em vigor desde novembro de 2020 - Marcello Casal Jr./Agência Brasil
O Pix está em vigor desde novembro de 2020 Imagem: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Do UOL, em São Paulo

31/05/2023 12h34

O Pix atingiu 29% do volume total de transações financeiras feitas em 2022, segundo dados divulgados hoje pelo BC (Banco Central).

O que aconteceu?

O sistema de pagamentos instantâneos superou a fatia dos cartões de crédito e débito. De acordo com as informações do BC, o volume de transações com cartão de crédito somaram 20% no ano passado, enquanto as feitas com cartão de débito foram 19%.

Em 2021, o Pix foi responsável por 16% das transações. O cartão de crédito respondia por 22% delas e o cartão de débito, 23%.

"A partir do final de 2020, o expressivo crescimento do uso do Pix reduziu, em termos relativos, a participação dos demais meios de pagamento e de transferência na quantidade total de transações financeiras", disse o BC.

Apesar do aumento da participação do Pix, o uso dos cartões em termos absolutos também aumentou. O que estagnou foi o uso de boletos (8,91%). Foi registrada ainda uma redução mais acelerada na utilização de cheques, com menos de 1%.

Para o BC, os números mostram o impacto que a digitalização financeira teve no uso de instrumentos de pagamento. "Essa análise nos permite fazer inferências, ainda que não causais, sobre eventuais mudanças nos hábitos de uso de meios de pagamento do cidadão brasileiro."

O que é o Pix?

É um meio de pagamento instantâneo. O dinheiro pode ser transferido de uma conta para outra em até dez segundos, a qualquer horário, todos os dias (inclusive feriados e finais de semana).

Além de transferir e receber dinheiro, você pode também fazer compras pagando com Pix e pagar contas (de luz, de celular etc.) e até impostos, como o Simples Nacional.

O sistema pode ser usado por pessoas físicas e jurídicas (empresas), inclusive MEI (microempreendedor individual). Não há limite da quantidade de transações via Pix no mês.