Em vídeo, Temer comemora redução da meta de inflação e avanço da reforma trabalhista

BRASÍLIA, 30 Jun (Reuters) - O presidente Michel Temer divulgou nesta sexta-feira (30) mais um vídeo em redes sociais, para comentar a retomada da economia e a redução da inflação, além de comemorar a aprovação de medidas no Congresso.

Em um trecho, Temer afirma que a inflação chegou ao menor índice em 10 anos no mês de maio, com 3,6% no acumulado em 12 meses e que isso, aliado ao que chamou de muito trabalho, permitiu a redução da meta de inflação anunciada nesta semana.

"Nesta última quinta-feira, por exemplo, o Conselho Monetário Nacional reduziu a meta de inflação para 4,25% em 2019 e 4% em 2020", disse Temer no pronunciamento.?

"Isso não é pouca coisa. É resultado de muito trabalho e esforço. Só conseguimos fazer isso porque a inflação vem caindo fortemente, e a inflação vai continuar caindo cada vez mais, colocando o Brasil ao lado das economias mais avançadas e modernas do mundo."

Temer também comemorou a aprovação da reforma trabalhista na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado e disse que as alterações permitirão que as empresas abram mais vagas de trabalho.

"A nova lei trabalhista vai ajudar as empresas a abrirem novas vagas de trabalho. Essa é a minha maior preocupação, gerar oportunidades para os milhões de brasileiros desempregados vítimas de desajustes anteriores", afirmou.

"Com o aumento do investimento, com a aceleração do consumo e as ações que estão reduzindo a taxa de juros, logo, logo teremos a volta definitiva do crescimento e do emprego."

O presidente também mandou um recado velado a seus opositores, no momento em que uma denúncia feita contra ele pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, tramita na Câmara, a quem cabe autorizar o Supremo Tribunal Federal (STF) a processar o presidente.

"O Brasil está caminhando, apesar de alguns pretenderem parar nosso país. Não conseguirão", garantiu. Janot deve em breve apresentar novas denúncias contra Temer.

(Reportagem de Leonardo Goy e Lisandra Paraguassu; Texto de Eduardo Simões; Edição de Alexandre Caverni)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos