Bolsas

Câmbio

Índia ofertará 55 blocos para exploração de petróleo e gás

NOVA DÉLHI (Reuters) - A Índia iniciará o leilão de 55 blocos de exploração de petróleo e gás a partir de quinta-feira, sob novas regras, em sua primeira rodada após oito anos, na medida em que busca desbloquear seus vastos recursos de hidrocarbonetos, disse o regulador do setor.

O terceiro maior importador de petróleo do mundo, no ano passado, flexibilizou as regras e permitiu que empresas escolhessem áreas onde desejassem perfurar para atrair maior interesse para que o país possa monetizar mais rapidamente até 220 bilhões de barris de petróleo e gás.

Os blocos identificados serão agora submetidos a um crivo com algumas vantagens concedidas às empresas que identificaram pela primeira vez a área.

"Estamos agora colocando os blocos para licitação para garantir transparência e maior participação", disse à Reuters o diretor-geral de Hidrocarbonetos da Índia, Atanu Chakraborty.

A Índia importa cerca de três quartos das suas necessidades energéticas, mas o primeiro-ministro Narendra Modi estabeleceu o objetivo de reduzir a dependência das importações de combustível do país para dois terços até 2022 e para metade até 2030.

Em rodadas anteriores, a Índia sofreu com o pouco interesse de empresas petrolíferas mundiais, mas Chakraborty tem esperança de obter uma boa resposta à medida que os preços do petróleo estão subindo.

A última data para enviar lances é 3 de abril, e os contratos devem ser assinados no final de julho, disse ele.

Cerca de 65 por cento dos 55 blocos estão em terra e principalmente no Estado do nordeste de Assam e Estados ocidentais de Gujarat e Rajasthan.

(Por Nidhi Verma e Neha Dasgupta)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos