ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Índices italianos lideram ganhos nas Bolsas da Europa

Danilo Masoni

10/09/2018 13h36Atualizada em 10/09/2018 19h01

MILÃO/LONDRES, (Reuters) - Os índices acionários da Europa avançaram nesta segunda-feira, graças à recuperação do setor bancário, depois que comentários do ministro das Finanças da Itália diminuíram as preocupações sobre o plano de gastos de seu governo.

O índice FTSEurofirst 300 subiu 0,48%, a 1.468 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 0,47%, a 376 pontos.

Fortemente influenciados pelo comércio exterior, o alemão DAX subiu 0,2% e o e o italiano FTSE MIB saltou 2,3% --seu maior avanço em três meses.

A ansiedade sobre um novo capítulo na guerra comercial entre os Estados Unidos e a China obscureceu o sentimento.

Na sexta-feira, o presidente Donald Trump alertou que está pronto para seguir adiante e aplicar tarifas sobre mais US$ 267 bilhões, além dos US$ 200 bilhões sobre bens do país asiático que devem ser taxados nos próximos dias.

"Os ganhos de renda com a primeira rodada das tarifas sobre US$ 250 bilhões em importações estão na margem de erro de uma economia de US$ 19 trilhões", escreveram os analistas do JP Morgan.

"Mas os impactos de segunda rodada, por meio de uma menor confiança dos empresários e consumidores e condições financeiras mais rígidas são muito mais difíceis de estimar, em parte porque nenhum presidente em memória viva tem uma política comercial agressiva como esta."

As crescentes tensões comerciais foram ofuscadas pelos comentários do ministro das Finanças da Itália, que confortaram aqueles que temem um déficit orçamentário italiano maior.

Os bancos italianos avançaram, com os títulos do governo do país se recuperando depois que Giovanni Tria previu que os rendimentos devem cair quando o governo estipular seu orçamento para 2019.

Mais Economia