PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Cotações

Assessor econômico da Casa Branca diz que Trump não está exigindo mudança de política do Fed

Por Jonathan Spicer

17/10/2018 14h38

WASHINGTON (Reuters) - O assessor econômico da Casa Branca, Larry Kudlow, afirmou nesta quarta-feira que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, não está exigindo uma mudança de política do Federal Reserve após mais críticas ao banco central norte-americano na terça-feira, ao chamar a alta dos juros de sua "maior ameaça".

No que acabou virando um padrão recentemente, Kudlow usou o dia seguinte às declarações de Trump para amenizar as incomuns críticas do presidente ao Fed, dizendo que Trump na verdade concorda com o banco central.

"Ele não está interferindo na independência deles", disse Kudlow à Fox Business Network, mesmo canal de televisão usado por Trump.

"Ele não está indo lá para dizer a eles que mudem seus planos ou sua estratégia."

Embora o Fed seja politicamente independente e suas autoridades tenham sinalizado quase que de maneira uniforme que pretendem manter o aperto da política monetária, alguns economistas alertaram que as declarações de Trump podem acabar prejudicando sua legitimidade.

"Uma batalha prolongada sobre a independência do Fed pode colocar em risco juros mais altos no longo prazo através de prêmios de longo prazo e expectativas de inflação mais elevados, contrário aos próprios objetivos de Trump", disse em nota Michael Hanson, chefe de estratégia global do TD Securities.

O Fed adotou uma política de aumentos graduais dos juros que começou no final de 2015, e deve aumentar a taxa novamente em dezembro e no próximo ano.

Cotações