PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Cotações

B3 anuncia redução e simplificação de tarifas

Cris Fraga/Estadão Conteúdo
Imagem: Cris Fraga/Estadão Conteúdo

Por Alberto Alerigi Jr.

02/01/2020 10h17

SÃO PAULO (Reuters) - A operadora da Bolsa de Valores de São Paulo, B3, anunciou hoje novas políticas que prometem redução e simplificação de tarifas, após um ano em que o mercado acionário acumulou valorização de mais de 30% e em meio a planos da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) para fomentar competição no setor.

A B3 afirmou em comunicado à imprensa que os principais impactos das mudanças concentram-se sobre o pequeno investidor de varejo. Entre as alterações, a taxa de manutenção de conta, que chega atualmente a cerca de R$ 110 por ano, será zerada. Além disso, a tarifa de negociação de ações cairá cerca de 10% para pessoas físicas em geral.

A companhia afirmou que as alterações representam uma redução de aproximadamente R$ 250 milhões nas tarifas pagas pelos clientes da B3 no ano, considerando os volumes negociados nos últimos 12 meses.

Segundo a B3, a expectativa é que as mudanças sejam implementadas ao longo do ano e terão impacto positivo na expansão da base de investidores pessoas físicas.

A empresa afirmou ainda que clientes que tiverem até R$ 20 mil de saldo em custódia numa mesma corretora serão isentos das demais taxas de manutenção de conta, como as cobranças sobre o pagamento de proventos e valor em custódia.

"Esse conjunto de medidas atinge cerca de 65% da base de investidores pessoa física que hoje têm saldo em contas de renda variável na B3", afirmou a companhia no comunicado.

O número de contas ativas na depositária da B3 saltou de 643 mil em janeiro de 2018 para 1,5 milhão de investidores em outubro do ano passado. Segundo a B3, cerca de um terço dessas contas tem até R$ 5.000 investidos em renda variável.

Veja mais economia de um jeito fácil de entender: @uoleconomia no Instagram.
Ouça os podcasts Mídia e Marketing, sobre propaganda e criação, e UOL Líderes, com CEOs de empresas.
Mais podcasts do UOL no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas

Cotações