PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Ibovespa busca se sustentar no azul, mas volátil com pandemia ainda no radar

19/05/2020 10h19

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa buscava se sustentar no azul nesta terça-feira, com as ações da Marfrig entre as maiores altas após resultado trimestral, mas mostrava volatilidade, enquanto investidores continuam atentos a desdobramentos relacionados à pandemia do novo coronavírus.

Às 11:58, o Ibovespa subia 0,62 %, a 81.700,43 pontos. O volume financeiro era de 7,49 bilhões de reais.

Na véspera, o Ibovespa fechou com a maior alta em seis semanas, em meio a noticiário mais favorável ligado ao Covid-19, particularmente sinais encorajadores de potencial vacina.

Wall Street mostrava um quadro misto, após fortes ganhos na véspera, com o S&P 500 quase estável conforme investidores digeriam resultados corporativos trimestrais mistos de varejistas como Home Depot e Walmart.

Investidores acompanham depoimento do chairman do Federal Reserve, Jerome Powell, ao Comitê Bancário do Senado norte-americano.

No Brasil, agentes financeiros também monitoram noticiário sobre a possibilidade de antecipação de feriados em São Paulo como medida para conter o contágio do Covid-19, o que poderia fechar a B3.

"A grande questão do feriado é a surpresa. Ser pego de surpresa não é algo que os investidores costumam gostar", afirmou Ilan Arbetman, analista da Ativa Investimentos.

Da cena política, a Guide Investimentos avalia que a promessa de divulgação do vídeo da reunião ministerial que ajudou na saída de Sergio Moro do Ministério da Justiça pode trazer novos constrangimentos ao governo se divulgado na íntegra.

DESTAQUES

- MARFRIG ON subia 5,87%, após mais do que dobrar o lucro operacional no primeiro trimestre, medido pelo Ebitda ajustado, que alcançou 1,2 bilhão de reais no período. Em teleconferência, afirmou que postergou dividendos para julho e que olha aquisições de forma cautelosa por causa do Covid-19. No setor, MINERVA ON avançava 4,40% e JBS ON 0,87%.

- B2W ON tinha alta de 6,89% e MAGAZINE LUIZA ON ganhava 3,68%, entre os destaques positivos, em meio a perspectivas mais favoráveis para o comércio eletrônico em meio à pandemia. VIA VAREJO ON subia 2,71%, tendo ainda de pano de fundo confirmação crédito fiscal de 374 milhões de reais em caso sobre base de cálculo de PIS/Cofins.

- LOJAS RENNER ON tinha elevação de 4,39%, também tendo de pano de fundo que teve reconhecido o direito de reaver valores apurados entre novembro de 2001 e fevereiro de 2017, num total de 1,357 bilhão de reais, em meio a uma ação na Justiça Federal ligada à exclusão do ICMS da base de cálculo do PIS e da Cofins.

- MULTIPLAN ON avançava 6,09%, em sessão positiva para shopping centers, com IGUATEMI ON em alta de 5,22% e BRMALLS ON subindo 2%.

- PETROBRAS PN valorizava-se 1,24%, enquanto PETROBRAS ON subia 0,72%, tendo de pano de fundo o viés positivo nos preços do petróleo no exterior, embora o Brent tenha reduzido o fôlego.

- VALE ON avançava 1,79%. Os futuros do minério de ferro na China subiram pelo quinto dia consecutivo nesta terça-feira, sustentados por uma perspectiva positiva para a demanda doméstica.

- ITAÚ UNIBANCO PN cedia 1,99% e BRADESCO PN recuava 1,67%, após fortes ganhos na véspera, com agentes ainda atentos a potenciais medidas para combater os impactos econômicos do Covid-19 com efeito nocivo ao sistema financeiro.

- GOL PN e AZUL PN caíam 5,15% e 4,24%, respectivamente, após fortes ganhos na véspera, uma vez que permanece sombrio o cenário para o setor aéreo.