PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Wall St cai com pausa em rali de estímulos; Tesla bate recorde

18/12/2020 11h48

(Reuters) - Wall Street recuava de níveis recordes nesta sexta-feira, com um acordo de estímulo para enfrentamento do coronavírus permanecendo no foco antes do prazo final para um consenso (no fim de semana), enquanto as ações da Tesla bateram máxima histórica antes de sua inclusão no S&P 500 na próxima semana.

Todos os três principais índices alcançaram recordes na abertura, antes de recuarem.

"O mercado está um pouco cético porque o cronômetro está ligado e o tempo está se esgotando, as pessoas querem ver o negócio realmente fechado", disse Thomas Hayes, membro-gerente da Great Hill Capital em Nova York.

Os mercados provavelmente verão maiores volumes de negociação durante o dia devido ao vencimento de futuros de índices de ações, opções de índices de ações, opções de ações e futuros de ações no final do pregão, também conhecido como "quadruple witching".

A fabricante de carros elétricos Tesla Inc subia 2%, para um valor recorde e grandes volumes de negociação ao se tornar a empresa mais valiosa já adicionada ao principal índice de referência de Wall Street.

As ações de Kohl's Corp e Macy's Inc, do setor de varejo, subiam mais de 3% cada, depois que a Federação Nacional de Varejo sinalizou a possibilidade de alta demanda antes do Natal.

Às 12:58 (horário de Brasília), o índice Dow Jones caía 0,46%, a 30.164 pontos, enquanto o S&P 500 perdia 0,504502%, a 3.704 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq recuava 0,05%, a 12.758 pontos.

Parlamentares de ambos os partidos disseram na quinta-feira que o agravamento da pandemia de Covid-19 significa que não chegar a um acordo sobre um novo estímulo não é mais uma opção.

(Por Ambar Warrick e Shreyashi Sanyal)