PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Wall Street despenca após balanços fracos e clareza sobre altas de juros assustar investidores

22/04/2022 18h20

Por David French

(Reuters) - Wall Street caiu mais que 2,5% nesta sexta-feira, o que fez com que os três índices fechassem a semana em território negativo, depois que notícias surpreendentes sobre balanços empresariais e certeza crescente em torno da iminência de aumentos agressivos da taxa de juros afetar investidores.

O índice S&P 500 fechou em queda de 2,77%, a 4.271,78 pontos. O Dow Jones caiu 2,82%, a 33.811,40 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite recuou 2,55%, a 12.839,29 pontos.

Foi a terceira semana consecutiva de perdas para os índices S&P 500 e Nasdaq, enquanto o índice Dow Jones registrou sua quarta queda semanal consecutiva.

O Dow Jones sofreu sua maior queda diária desde outubro de 2020.

As preocupações com os riscos dos aumentos da taxa de juros continuaram a reverberar após a guinada do chair do Federal Reserve, Jerome Powell, a uma posição mais "hawkish" (dura no combate à inflação), na quinta-feira, quando ele apoiou uma ação mais rápida para conter a alta dos preços e disse que um aumento de 0,50 ponto percentual estaria "na mesa" quando o Fed se reunir em maio.

O índice de volatilidade da CBOE, também conhecido como o indicador de medo de Wall Street, saltou nesta sexta-feira e terminou em seu nível mais alto desde meados de março.

Todos os 11 principais setores do S&P 500 recuaram, com destaque para a queda de 3,6% em saúde e de 3,7% do setor de materiais.

Na semana, o Dow Jones caiu 1,9%, o S&P, 2,8% e o Nasdaq, 3,8%.