IPCA
0,83 Abr.2024
Topo

Weg tem lucro dentro do esperado no 4º tri, aprova dividendo de quase R$950 mi

15/02/2023 09h30

SÃO PAULO (Reuters) - A fabricante de motores elétricos e tintas industriais Weg divulgou nesta quarta-feira lucro líquido de 1,19 bilhão de reais para o quarto trimestre do ano passado, expansão de 36,5% em relação ao obtido no mesmo período de 2021, impulsionada pelo o que chamou de demanda positiva tanto no Brasil como nos principais países em que a companhia atua.

A companhia também aprovou dividendos complementares de cerca de 950 milhões de reais, correspondente a 0,23 real por ação. O pagamento ocorrerá em 15 de março.

A empresa apurou geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) de 1,56 bilhão de reais para o período, alta de 38,6% sobre um ano antes.

Analistas, em média, esperavam lucro de 1,18 bilhão de reais com Ebitda de 2,05 bilhões, segundo dados da Refinitiv.

A XP afirmou em nota a clientes que os resultados foram "sólidos e estritamente em linha com o esperado". Já Mateus Haag, analista da Guide Investimentos, afirmou que o balanço foi "marginalmente positivo, com números muito bons, mas de certa forma já bastante esperados pelo mercado".

"A companhia segue mostrando uma expansão consistente e com perspectivas interessantes para suas principais unidades de negócio, porém já negocia a múltiplos um pouco mais esticados, o que pode limitar o potencial de valorização no curto prazo", afirmou Haag.

A Weg citou que os negócios no Brasil foram puxados por soluções ligadas à geração eólica e solar e por produtos voltados para transmissão e distribuição de eletricidade.

Apesar do quadro macroeconômico instável, que pesa sobre decisões de investimento de companhias, a Weg afirmou no balanço que "continuamos também com boa demanda por equipamentos industriais, impulsionados pelos negócios de motores elétricos de baixa e média tensão, e de componentes de automação".

No setor externo, a Weg manteve volume de vendas de equipamentos eletroeletrônicos industriais, "apesar das preocupações do quadro econômico mundial, e crescimento das vendas em geração, transmissão e distribuição de energia, fruto da carteira construída ao longo do ano".

A empresa teve receita líquida de quase 8 bilhões de reais entre outubro e dezembro, crescimento de 22% na comparação anual. Analistas esperavam faturamento de 8,07 bilhões, segundo informações Refinitiv.