IPCA
0,42 Fev.2024
Topo

Serviços estão em alta, mas confiança da zona do euro pode ter estagnado, diz Lane, do BCE

BCE elevou os juros nas últimas seis reuniões e disse que mais aumentos serão necessários para conter a inflação. - Divulgação/Banco Central Europeu
BCE elevou os juros nas últimas seis reuniões e disse que mais aumentos serão necessários para conter a inflação. Imagem: Divulgação/Banco Central Europeu

Padraic Halpin

Em Dublin, Irlanda

19/04/2023 10h02

O crescimento dos serviços na zona do euro ainda está acelerando, mas a melhora constante na confiança empresarial e do consumidor pode ter estagnado, disse o economista-chefe do Banco Central Europeu, Philip Lane, nesta quarta-feira, classificando os desenvolvimentos recentes como mistos.

O BCE elevou os juros nas últimas seis reuniões e disse que a menos que a economia comece a se desenvolver de forma diferente do previsto no mês passado, mais aumentos serão necessários para conter a inflação.

"A expansão da atividade de serviços está acelerando, apoiada por uma continuação de fortes efeitos de reabertura e aumento da renda, enquanto a produção manufatureira estagnou no primeiro trimestre do ano", disse Lane em Dublin.

"Indicadores de pesquisas recentes sugerem que a melhora constante na confiança empresarial e de consumidores, que permanece em níveis baixos, pode ter estagnado", acrescentou.

Os mercados agora estão apostando em um aumento de 25 pontos-base na taxa de juros na reunião de política monetária do BCE em 4 de maio, mas os investidores ainda veem um terço de chance de um aumento de 50 pontos-base antes que os juros subam ainda mais nas reuniões seguintes.

O pico nos juros é visto logo abaixo de 4% e Lane disse que, uma vez que a taxa de referência atinja um platô, ela permanecerá no mesmo nível por um longo período antes que os cortes sejam possíveis.

Ele também observou que, uma vez que os juros caiam, eles podem se estabilizar em torno de 2%, não retornando a níveis abaixo de zero.