IPCA
0,42 Fev.2024
Topo

Tarcísio diz que São Paulo vai apoiar aprovação da reforma tributária no Congresso

Governador disse que, mesmo que haja perdas para São Paulo com as mudanças, no longo prazo o Estado será beneficiado por ser a maior economia do país. - Monica Andrade
Governador disse que, mesmo que haja perdas para São Paulo com as mudanças, no longo prazo o Estado será beneficiado por ser a maior economia do país. Imagem: Monica Andrade

Alberto Alerigi Jr. e Eduardo Simões

Em São Paulo

19/04/2023 12h26

O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), disse nesta quarta-feira que o Estado apoia a aprovação pelo Congresso Nacional de uma reforma tributária, medida que é apontada como uma das prioridades da equipe econômica do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Em evento no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista, Tarcísio, que é aliado do ex-presidente Jair Bolsonaro e derrotou o atual ministro da Fazenda, Fernando Haddad, na disputa pelo governo de São Paulo na eleição do ano passado, disse que, mesmo que haja perdas inicialmente para São Paulo com as mudanças, no longo prazo o Estado será beneficiado por ser a maior economia do país.

"O Estado de São Paulo pela primeira vez vai apoiar a reforma tributária, porque em outras tentativas o Estado de São Paulo se opôs à reforma tributária. O Estado de São Paulo tinha medo da tributação no destino. Nós não temos. Nem podemos, nós temos o maior mercado consumidor do Brasil", afirmou Tarcísio durante anúncio de investimentos da montadora japonesa Toyota no Estado.

"E por mais que a gente tivesse uma perdazinha de arrecadação num primeiro momento, a partir do momento que a gente equaliza a guerra fiscal, que a gente acaba com a guerra fiscal, a gente sai em vantagem. Vamos trazer mais investimentos para cá, nossa arrecadação vai crescer. São Paulo tem esse vigor, tem essa potência", acrescentou o governador.

Tarcísio disse que, "obviamente", seu governo vai "resguardar" os interesses paulistas nas negociações sobre as alterações no sistema de impostos.

Ao mesmo tempo, ele classificou a aprovação da reforma tributária como "uma das alavancas que está faltando para o Brasil aproveitar essa grande oportunidade que nós temos, que é a oportunidade da reindustrialização", e avaliou que São Paulo está posicionado para ser o "grande protagonista" deste processo.