IPCA
0,42 Fev.2024
Topo

Congresso deve alterar, mas vai manter essência do arcabouço fiscal, diz Pacheco

Senador Rodrigo Pacheco, presidente do Senado, em participação na conferência do Lide, em Londres - Reprodução/TV Lide
Senador Rodrigo Pacheco, presidente do Senado, em participação na conferência do Lide, em Londres Imagem: Reprodução/TV Lide

Libby George e Jorgelina do Rosário

Reuters, em Londres

21/04/2023 13h46

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, afirmou nesta sexta-feira que o Congresso poderá fazer mudanças na proposta de arcabouço fiscal enviada pelo Executivo esta semana, mas que a essência do projeto será mantida e isso não atrasará a tramitação.

"Temos melhorias que podem ser feitas, mas acredito que o governo poderá manter a essência do projeto", disse o senador durante uma sessão de perguntas e respostas durante a conferência organizada pelo grupo Lide em Londres.

Pacheco não quis antecipar quais poderiam ser essas alterações para "não criar expectativas", mas garantiu que mesmo com mudanças o projeto será aprovado rapidamente.

"Acredito que será aprovado muito rapidamente, mesmo com algumas mudanças. Estamos otimistas com o projeto e eu acredito que o mercado financeiro e o setor produtivo tem a mesma visão", disse.

O Executivo enviou ao Congresso a mensagem com a proposta na terça-feira. Na quinta, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), anunciou o deputado Claudio Cajado (PP-BA) para ser o relator. A estimativa de Lira é ter o projeto aprovado na Câmara até metade de maio, quando então segue para o Senado.