IPCA
0,46 Jun.2024
Topo

Makhlouf, do BCE, se diz pronto para mais dois aumentos de juros

26/05/2023 12h46

Por Balazs Koranyi

DUBROVNIK, Croácia (Reuters) - Outros dois aumentos de juros pelo Banco Central Europeu ainda são uma possibilidade, mas as movimentações mais adiante permanecem abertas ao debate, já que a inflação ainda está teimosa, disse o chefe do banco central irlandês, Gabriel Makhlouf.

O BCE elevou as taxas para um total de 375 pontos-base desde julho passado, a maior alta em um ano, e o debate agora está mudando cada vez mais para sobre quando o aperto deve terminar na luta para levar a inflação da zona do euro de volta à meta de 2% da instituição.

"Meu pressentimento no momento de tudo o que vi é que vamos mudar as taxas novamente em nossa reunião de junho e não me surpreenderá se mudarmos novamente em nossa reunião de julho", disse Makhlouf à Reuters em entrevista.

"Outras duas mudanças parecem ser minhas opções principais", disse Makhlouf, que faz parte do órgão do BCE que estabelece as taxas de juros.

Ele disse que a economia está saudável o suficiente para suportar taxas mais altas e uma recessão não é um pré-requisito para domar o crescimento dos preços, acrescentando que a política monetária já está começando a causar impacto.

"Acho que podemos definitivamente atingir nossa meta sem uma recessão. A dinâmica subjacente parece ser bastante forte, e o mercado de trabalho está com boa saúde", disse ele.

Aumentos de juros ainda são necessários, uma vez que o crescimento dos preços subjacentes na zona do euro mostra poucos sinais de redução, mesmo com a inflação geral de 7% agora bem abaixo de suas máximas de dois dígitos no último outono do Hemisfério Norte.

(Reportagem de Balazs Koranyi)