PUBLICIDADE
IPCA
0,36 Jul.2020
Topo

Avião da Air Canada perde roda após a decolagem; veja o vídeo

Vinícius Casagrande

Colaboração para o UOL, em São Paulo

06/01/2020 13h23

Resumo da notícia

  • Roda do avião Dash 8-300 soltou do trem de pouso logo após a decolagem
  • Mesmo com uma roda a menos, avião conseguiu pousar em segurança
  • Voo da Air Canada tinha 49 passageiros a bordo. Ninguém ficou ferido
  • Voo era operado pela Jazz Aviation, em parceria com a Air Canada
  • Empresa afirmou que pilotos são treinados para esse tipo de situação

Um avião Dash 8-300 que operava um voo da Air Canada Express perdeu uma roda do trem de pouso logo após a decolagem do aeroporto de Montreal-Trudeau. O incidente ocorreu na última sexta-feira (3) e foi gravado por um dos passageiros que estavam a bordo do avião.

Identificado apenas como Tom, o passageiro publicou o vídeo no Twitter com um texto irônico sobre a situação. "Estou em um avião que perdeu uma roda. 2020 começa muito bem", escreveu Tom.

O voo da Air Canada Express era operado em parceria com a companhia aérea Jazz Aviation. O voo AC8684 tinha como destino final Bagotville, cerca de 370 quilômetros de distância de Montreal e pouco mais de uma hora de voo.

Após a perda da roda do trem de pouso, no entanto, o avião apenas sobrevoou a região de Montreal para queimar combustível antes de fazer o pouso de emergência, que ocorreu sem novos incidentes.

Estavam a bordo do avião, 49 passageiros, além de pilotos e comissários de bordo. Apesar do susto, não houve feridos.

Avião Dash 8-300 igual ao que perdeu a roda em voo no Canadá - Divulgação - Divulgação
Avião Dash 8-300 igual ao que perdeu a roda em voo no Canadá
Imagem: Divulgação

O avião Dash 8-300 é um bimotor com capacidade para 50 a 54 passageiros e rotas regionais. O avião é equipado com seis rodas - duas no trem de pouso da direita, duas no da esquerda e duas no trem de pouso do nariz. Foi uma das rodas da esquerda que se soltou durante a decolagem. O motivo do incidente ainda está sendo investigado.

Segundo a empresa, as equipes de emergência do aeroporto foram acionadas apenas como uma medida de precaução. "Os experientes pilotos mantiveram controle completo do avião. Nossos pilotos são bem treinados para lidar com situações como essa e responder de acordo com nossos padrões de procedimentos operacionais", afirmou a Jazz Aviation em um comunicado.

Veja mais economia de um jeito fácil de entender: @uoleconomia no Instagram.
Ouça os podcasts Mídia e Marketing, sobre propaganda e criação, e UOL Líderes, com CEOs de empresas.
Mais podcasts do UOL em uol.com.br/podcasts, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas.

Airbus A380 tem 22 rodas, e troca do trem de pouso demora 14 dias

UOL Notícias

Todos a Bordo