PUBLICIDADE
IPCA
+0,83 Mai.2021
Topo

Descomplique

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Como ensinar seu filho a cuidar bem do dinheiro sem traumas

Júlia Mendonça

Júlia Mendonça é formada em comércio exterior pela Universidade Positivo. Atuou como planejadora financeira entre 2015 e 2018. Especialista em orientação e planejamento financeiro pessoal, é coach e consultora de finanças, pós-graduada em investimentos, finanças e banking. É influenciadora digital no nicho de finanças e investimentos em um dos maiores canais do assunto na área do Brasil.

24/05/2021 04h00

Preparar os filhos para os desafios da vida. Essa é a missão que os pais recebem assim que desejam ter descendentes. Sem dúvida, uma das áreas mais complicadas para ensinar às crianças é a financeira. Separei algumas dicas para quem deseja ensinar os filhos a cuidar do dinheiro.

Exemplo

A palavra motiva, mas o exemplo arrasta. Não adianta você tentar ensinar seus filhos a cuidar do dinheiro se a sua vida financeira é uma bagunça e cheia de dívidas. É preciso pôr ordem na casa antes de tudo.

Se esse for o caso, aproveite a situação para mostrar às crianças quais são os passos necessários para sair do buraco e envolva-os nessas atividades. Mostre para eles como os gastos diários impactam o orçamento no final do mês e como vocês podem fazer mudanças para diminuí-los.

Não pinte a situação como um sacrifício enorme e sem motivos. Crie um objetivo final para que todos na casa fiquem empolgados em seguir o plano diariamente. Pode ser desde uma viagem no final de semana até uma refeição no restaurante preferido da família.

Autonomia

Explique como o dinheiro gasto hoje pode fazer falta amanhã e deixe as crianças praticarem essa lição no dia a dia. Se for para um passeio em família no final de semana, dê um valor que seja suficiente para gastar durante a saída e deixe claro que não dará mais valores.

Aos poucos, vá aumentando as responsabilidades e o valor que você confia aos seus filhos. O ideal é que você consiga dar uma mesada para eles e esse dinheiro ser suficiente para que eles paguem pelos gastos diários deles, comprem algo de pequeno valor de que gostem e se possível guardem um pouco no final do mês.

Não é fácil chegar a esse ponto, porém não é impossível. Oriente-os sempre e guie sempre que possível os gastos que sejam excessivos. Evite ao máximo as brigas, pois dinheiro não deve ser motivo de discussão.

Ensine seus filhos a investir

Mostre na prática como os investimentos podem ajudar seu filho a ganhar mais sem precisar trabalhar por isso. Dê a opção de ele deixar guardado com você parte da mesada no início e no final do mês. Ofereça uma recompensa para isso, algo como um juros de 5% ao mês e mostre como ao longo do tempo esses juros vão multiplicar o valor.

É a maneira mais fácil e prática de estimular as crianças a ter consciência de poupar o dinheiro, já que mostra como um pouco de dinheiro pode se transformar em muito se você deixa rendendo.

Tenha paciência e não espere que tudo vai sair da forma como que você espera assim que implementar essas dicas. Não desista! Apenas guiando e corrigindo os erros é que seu filho aprenderá as lições corretamente e terá a melhor educação financeira possível.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL