PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

Descomplique

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

3 truques mentais para guardar mais dinheiro sem sacrifício

Instagram/Reprodução
Imagem: Instagram/Reprodução
Conteúdo exclusivo para assinantes
Júlia Mendonça

Júlia Mendonça é formada em comércio exterior pela Universidade Positivo. Atuou como planejadora financeira entre 2015 e 2018. Especialista em orientação e planejamento financeiro pessoal, é coach e consultora de finanças, pós-graduada em investimentos, finanças e banking. É influenciadora digital no nicho de finanças e investimentos em um dos maiores canais do assunto na área do Brasil.

08/03/2022 04h00

Guardar dinheiro não é fácil. Com certeza, pelo menos uma vez na sua vida você deve ter tentado fazer isso e possivelmente falhou nessa tarefa ou não conseguiu cumprir seus objetivos.

O fato é que existem diversas maneiras de você começar a poupar, algumas mais complexas, outras mais tranquilas. Na minha experiência como educadora financeira, descobri que quando envolvemos alguns artifícios para facilitar essa tarefa, maior a chance de sucesso. Separei alguns truques para você guardar dinheiro sem sacrifícios.

3 perguntas de ouro

Um jeito de começar a poupar é evitando os gastos por impulso. Uma peça de roupa de que não precisamos, um acessório para o celular que vai acabar no fundo de uma gaveta. São diversos gastos parecidos com esses que fazemos mensalmente e que sugam o nosso salário.

Para fugir dessas despesas é preciso que você passe a utilizar as 3 perguntas de ouro. A partir de agora, sempre que for comprar algo, pergunte a si mesmo:

  • Preciso disso?
  • Tenho dinheiro para isso?
  • Precisa ser agora?

Se responder não para qualquer uma dessas questões, não compre. Caso fique em dúvida, espere pelo menos 24 horas para tomar sua decisão, porém é bem provável que nesse caso você não precise do item.

Cole um papel com essas 3 perguntas escritas em cima do seu cartão de crédito. Assim você não se esquecerá de usar esse truque toda vez que for gastar com algo.

Conta da felicidade

Ao final do dia, assim que chegar do seu trabalho, dê uma nota de 1 a 10 para seu dia. Se você considera que foi produtivo, foi feliz ou fez boas escolhas, dê a nota máxima. Caso contrário, dê a nota 1.

Na sequência, faça um pix para uma conta corrente separada da sua conta principal ou transfira para a poupança o valor equivalente à nota do seu dia. Se deu nota 10, transfira R$ 10. Caso queira, pode multiplicar o valor por 2 ou 3 para acelerar seu poder de poupança. Fazendo isso você se presenteia sempre que passa por dias bons e procura sempre aproveitar mais a sua rotina.

Não espere até o final do mês para juntar dinheiro

Assim que o dinheiro do seu salário cair na sua conta, transfira para sua corretora de valores, para poupança ou para uma conta corrente separada. Fuja do óbvio, que é esperar passar o mês inteiro, gastar toda a grana e só no final se preocupar em poupar.
Fazendo isso você evita que as tentações do dia a dia consumam o valor que estava planejando poupar e já cumpre a obrigação financeira no começo do mês, ficando muito mais aliviado.

Vale a pena usar duas ou três táticas ao mesmo tempo. Quanto mais você se esforçar, mais dinheiro vai conseguir poupar mensalmente.