PUBLICIDADE
IPCA
+0,83 Mai.2021
Topo

Descomplique

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Vale qualquer sacrifício para ter mais dinheiro?

tommaso79/Istock
Imagem: tommaso79/Istock
Júlia Mendonça

Júlia Mendonça é formada em comércio exterior pela Universidade Positivo. Atuou como planejadora financeira entre 2015 e 2018. Especialista em orientação e planejamento financeiro pessoal, é coach e consultora de finanças, pós-graduada em investimentos, finanças e banking. É influenciadora digital no nicho de finanças e investimentos em um dos maiores canais do assunto na área do Brasil.

27/05/2021 04h00

Você abandonaria tudo aquilo em que acredita só para ser rico? Faria coisas com as quais não concorda, que vão contra sua ética, apenas para alcançar a independência financeira? Difícil de responder a essas perguntas, não é mesmo?

Hoje em dia, é fácil encontrar pessoas falando que o legal mesmo é viver sem carro, cortar o lazer e não comer muito das coisas de que gostam, tudo para conseguir mais dinheiro sobrando na conta no final do mês. Mas será que ser radical realmente é a solução financeira para seus problemas financeiros?

Não existe uma única verdade

Todos temos nossos valores, princípios e desejos próprios e únicos. Existem pessoas que amam carro e gastam muito com isso, outras preferem andar de bicicleta, pois acham mais econômico e agradável. Se essas pessoas pedissem um conselho para mim de como poderiam economizar, provavelmente eu falaria: gaste menos com o seu carro e ande mais de bicicleta.

Apesar de parecer uma conclusão óbvia, ela não é tão boa assim. Provavelmente, quem curte muito o carro, vai ficar extremamente infeliz e descontente em pouquíssimo tempo. O pior é que, em pouco tempo, vai voltar a gastar bem mais do que antes com o carro como forma de compensar o tempo distante de sua paixão.

Infelizmente é isso que acontece com a maioria das pessoas quando estão em busca da riqueza. Fazem sacrifícios enormes e sem sentido, não conseguem sustentá-los por muito tempo e acabam voltando a gastar como antes.

Moderação é a palavra-chave

Para atingir a riqueza, você terá que ser muito consciente de seus atos e gastos. Vai passar por momentos em que vai ter que abrir mão de algumas coisas de que gosta em prol do dinheiro. Ninguém fica rico tendo uma pilha de boletos, obrigações e juros a pagar todos os meses.

O segredo sempre está na moderação, em saber lidar com seus desejos no momento e equilibrá-los com os seus sonhos do futuro. Isso, sinceramente, não é a coisa mais fácil de conseguir, pois como seres imediatistas que somos a única coisa que importa é o hoje e o agora.

Quem de verdade consegue refletir e balancear as escolhas atuais com o impacto delas no futuro é muito bem-afortunado. Para ser rico, você não precisa viver só passando vontades e dizendo não para tudo, porém não pode sair por aí querendo comprar o mundo de uma só vez.

O que fazer?

Procure sempre pensar no que faz com que você fique feliz e animado. Pode ser cuidar do seu carro, pode ser ir ao salão de beleza ou levar seus filhos para passear. Separe um valor do seu orçamento mensal apenas para essas atividades, por exemplo 5% dos seus ganhos. Dessa forma, tudo o que quiser fazer e que não ultrapassar o valor estipulado, faça mesmo e gaste sem remorso.

Porém, não esqueça que se gastar acima desse valor você está comprometendo outras áreas da sua vida e dos seus sonhos. Não faça sacrifícios grandes demais para poder juntar dinheiro e não renuncie a tudo o que gosta por isso. Saiba que a riqueza está na moderação e no equilíbrio.

Eu não acredito que seja válido fazer de tudo para ter mais dinheiro. Claro que esse é o objetivo, ficarmos mais tranquilos financeiramente, porém, abrir mão da sua vida e do que você gosta por dinheiro está muito longe de ser algo inteligente de se fazer.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL