IPCA
0,46 Jun.2024
Topo

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

PIB, inflação e arcabouço fiscal são os destaques da Bolsa

Koh Sze Kiat/iStock
Imagem: Koh Sze Kiat/iStock

29/05/2023 08h25

Veja as principais notícias que impactam o seu bolso hoje.

Assista ao vivo aos destaques dos mercados hoje, com análises dos especialistas de Research do PagBank, e se prepare para investir melhor.

Acompanhe o programa diariamente, de segunda a sexta-feira, às 8h40, e fique bem informado sobre todas as notícias e mudanças que impactam os mercados. Aproveite também para tirar suas dúvidas sobre investimentos.

O programa é apresentado pela equipe de Research e Economia do Pagbank.

Conheça a página de Investimentos do UOL, onde você tem orientações sobre como investir melhor para conquistar um sonho e garantir seu futuro.

Tem dúvidas? Envie sua pergunta para uoleconomiafinancas@uol.com.br.

Veja a análise do dia no vídeo a seguir, confira os destaques noticiosos mais abaixo e tenha um bom dia de investimentos:

Esta semana teremos a divulgação de importantes indicadores no Brasil. Já nesta terça-feira (30), haverá a divulgação do IGP-M de Maio, que está projetado com deflação de 1,73%. O dado pode dar força ao discurso do governo sobre a redução dos juros.

O PIB do primeiro trimestre será divulgado na quinta-feira (1º de junho). Na sexta, sairão os dados da produção industrial de abril, já trazendo sinais referentes ao 2º trimestre.

A tramitação do arcabouço fiscal no Senado é outro destaque. A expectativa é de que chegue para sanção do presidente Lula em junho.

Com o feriado hoje nos Estados Unidos e as bolsas americanas fechadas o investidor americano, cai a liquidez também ao redor do mundo. A principal notícia nesse início de semana é a de que o presidente dos EUA, Joe Biden, chegou a um acordo com o presidente da Câmara, Kevin McCarthy, para o aumento do teto da dívida. Agora é esperado um alinhamento com os congressistas para voto nesta terça ou quarta-feira.

As bolsas europeias e asiáticas amanhecem mistas. O Japão, porém, atinge máxima histórica em meio ao acordo entre Democratas e Republicanos, enquanto os investidores em ativos chineses continuam sinalizando pessimismo com a economia interna, demonstrando lucros menores em diversos setores, como o industrial.

Essa semana sairão os Índices PMI de diversos países e poderemos acompanhar uma indicação para onde o crescimento deve caminhar nos próximos meses. Veremos a divulgação de índices de inflação e PIB em diversos países da Europa e muitos dados referentes ao mercado de trabalho americano como criação de vagas, taxa de desemprego e pedidos de seguro-desemprego.

Do lado das commodities, o preço do minério de ferro se recupera acima dos US$100 e pode ajudar o Ibovespa, enquanto o petróleo Brent opera de lado, aos US$ 76.

As opiniões emitidas neste texto são de responsabilidade exclusiva da equipe de Research do PagBank e elaboradas por analistas certificados. O PagBank PagSeguro e a Redação do UOL não têm nenhuma responsabilidade por tais opiniões. A única intenção é fornecer informações sobre o mercado e produtos financeiros, baseadas em dados de conhecimento público, conforme fontes devidamente indicadas, de modo que não representam nenhum compromisso e/ou recomendação de negócios por parte do UOL. As informações fornecidas por terceiros e/ou profissionais convidados não expressam a opinião do UOL, nem de quaisquer empresas de seu grupo, não se responsabilizando o UOL pela sua veracidade ou exatidão. Os produtos de investimentos mencionados neste material podem não ser adequados para todos os perfis de investidores que, antes de qualquer decisão, deverão preencher o questionário de suitability para a identificação do seu perfil de investidor e da compatibilidade do produto de investimento escolhido. As informações aqui veiculadas não devem ser consideradas como a única fonte para o processo decisório do investidor, sendo recomendável que este busque orientação independente e leia atentamente os materiais técnicos relativos a cada produto. As projeções e preços apresentados estão sujeitos a variações e podem impactar os portfolios de investimento, causando perdas aos investidores. A rentabilidade obtida no passado não representa garantia de resultados futuros. Este conteúdo não deve ser reproduzido no todo ou em parte, redistribuído ou transmitido para qualquer outra pessoa sem o consentimento prévio do UOL.