IPCA
0,1 Out.2019
Topo

Cotações


Dólar atinge R$ 2,451, maior valor desde 2008, apesar de ações do BC

Do UOL, em São Paulo

21/08/2013 17h12Atualizada em 21/08/2013 17h49

dólar comercial fechou em alta de 2,38%, atingindo R$ 2,451 na venda nesta quarta-feira (21), mesmo depois das intervenções do Banco Central. É o maior valor de fechamento desde o dia 9 de dezembro de 2008, auge da crise internacional, quando o dólar valia R$ 2,473.

Segundo dados da BM&F, o giro financeiro foi muito pequeno, apenas um pouco acima de US$ 750 milhões.

A Bovespa fechou em queda pelo segundo dia seguido, perdendo 0,2%, a 50.405,2 pontos, acompanhando os mercados dos EUA.

O Banco Central fez leilões de venda de dólares em uma tentativa de tentar segurar a tendência de alta da moeda norte-americana. 

Pela manhã, o Banco Central fez um leilão equivalente à venda de dólares no mercado futuro.

Foram vendidos todos os 20 mil contratos oferecidos como parte da rolagem de mais de 100 mil contratos que vencem em 2 de setembro deste ano.

Apesar disso, a moeda continuou subindo e ampliou ainda mais a alta após a divulgação da ata da última reunião do banco central dos Estados Unidos, o Federal Reserve (Fed). Investidores mantêm os olhos abertos para sinais de uma eventual redução do ritmo do programa de estímulo econômico nos EUA.

Às 16h20, o Banco Central brasileiro realizou o segundo leilão. Foram vendidos 35.600 contratos, de uma oferta de 40 mil, mas o dólar manteve a alta.

O BC ainda anunciou mais um leilão para a próxima sessão e, após o fechamento dos negócios, divulgou que fará um leilão de linha na quinta-feira.

Na véspera, o dólar caiu depois de ter acumulado seis altas seguidas, e fechou em R$ 2,394.

CLIQUE NA IMAGEM E ENTENDA COMO FUNCIONA O MERCADO DE DÓLAR

Presidente do BC cancelou viagem para acompanhar mercado

O presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, cancelou uma viagem aos Estados Unidos para acompanhar de perto o desenvolvimento dos mercados locais.

A informação é da assessoria de imprensa do próprio Banco Central.

Tombini participaria de encontro do Federal Reserve de Kansas City, que ocorre em Jackson Hole, nos EUA, nesta semana.

Mercado vê dólar em R$ 2,30; banco espera R$ 2,45

Os economistas consultados pelo Banco Central (BC) para o Boletim Focus desta semana estimam que o dólar deve encerrar o ano em R$ 2,30, contra R$ 2,28 projetados na semana passada.

Para o banco Barclays, o dólar terá elevação gradual chegando a R$ 2,45 nos próximos 12 meses.

"Estamos preocupados que a deterioração dos fundamentos brasileiros (conta fiscal pior, aumento do déficit em conta corrente e falta de planejamento de longo prazo do governo) levará a um downgrade (rebaixamento da nota brasileira) de crédito no primeiro trimestre de 2014, o que pressionará mais o real", disseram os analistas do banco.

Quem está com viagem marcada deve comprar dólar já

Quem vai viajar para o exterior nas próximas semanas não deve esperar muito para comprar dólares, dizem especialistas em finanças pessoais. Havendo recursos, o ideal é comprar a moeda agora.

A pressa na compra se justifica porque o cenário para o mercado de dólar é incerto nos próximos meses, diz Ricardo Rocha, professor de finanças do Insper.

(Com Reuters)

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Cotações