PUBLICIDADE
IPCA
-0,68 Jul.2022
Topo

Cotações

Dólar avança 1,5% e fecha acima de R$ 2,48, maior valor desde 2008

Do UOL, em São Paulo

01/10/2014 17h17Atualizada em 01/10/2014 17h17

dólar comercial fechou em alta de 1,5% nesta quarta-feira (1º), a R$ 2,485 na venda, maior valor da cotação desde 8 de dezembro de 2008, quando tinha fechado a R$ 2,50.

Com a proximidade das eleições, o dólar acumulou alta de 9,3% em setembro, no maior avanço mensal desde setembro de 2011.

A disparada do dólar acontece após pesquisas eleitorais do Ibope e do Datafolha mostrarem que a presidente Dilma Rousseff (PT), cuja política econômica é alvo de críticas nos mercados financeiros, mantém liderança firme na corrida presidencial.

"O mercado não está mais se baseando em fluxo, só em notícias sobre as eleições", afirmou à agência de notícias Reuters o superintendente de câmbio da corretora Intercam, Jaime Ferreira.

Mais sobre Bolsa e dólar

  • UOL

    Direto da Bolsa

    Dólar e Bolsa são influenciados pelas notícias do dia. Leia os destaques de hoje aqui

  • Thinkstock

    UOL Invest

    O simulador de Bolsa UOL Invest é grátis e permite que você aprenda como investir e concorra a tablets e passagens aéreas. Acesse por computador e tablet (clique nesta mensagem) ou celular (digite ou copie: uolinvest.economia.uol.com.br)

  • Alex Almeida/Folhapress

    Consulte suas ações

    Quer saber o preço de suas ações preferidas? Consulte o UOL Cotações, veja gráficos no formato que quiser, desempenho no dia e histórico de 1 ano. Acesse por computador e tablet (clique nesta mensagem) ou celular (digite ou copie: http://uol.com/bfdNjz)

  • Shutterstock

    Histórico do dólar

    Precisa saber quanto estava custando o dólar, o euro, o peso argentino um tempo atrás? Veja o histórico do UOL Cotações de até 1 ano para as principais moedas do mundo. Acesse grátis por computador e tablet (clique nesta mensagem) ou celular (digite ou copie: http://uol.com/bwdPmd)

O que fazer se precisa de dólar?

Com a alta recente do dólar, a situação ficou apertada para quem precisa da moeda para viajar.

dica dos especialistas Leandro Martins, analista-chefe da Walpires Corretora, Mauro Calil, consultor da Academia do Dinheiro. e Nelson Gasparian, diretor da Cotação Corretora, é comprar tudo antes que a moeda suba mais.

Se o prazo da viagem for maior, porém, é possível ir comprando aos poucos, mas eles alertam: a tendência da moeda é de alta.

Atuação do BC

O Banco Central deu continuidade ao seu programa de intervenções no mercado de câmbio nesta terça, vendendo todos os 4.000 contratos ofertados de swap cambial, equivalentes à venda de dólares no mercado futuro.

Foram vendidos 500 contratos com vencimento em 1º de junho de 2015, e outros 3.500 com vencimento em 1º de setembro do ano que vem. A operação movimentou o equivalente a US$ 197 milhões.

Além disso, o BC começou a rolar o lote de contratos que venceriam em novembro, por meio de leilões diários com oferta de até 8.000 swaps.

Foram vendidos 2.500 contratos para 3 de agosto de 2015 e 5.500 para 1º de outubro de 2015, com volume correspondente a US$ 393,9 milhões.

Com isso, o BC rolou cerca de 4,5% do lote total do mês que vem, que corresponde a US$ 8,84 bilhões.

Se mantiver esse ritmo até o penúltimo pregão do mês, como tem feito nos últimos lotes, o banco vai conseguir estender o vencimento de praticamente todo o volume de novembro.

Segundo analistas ouvidos pela agência de notícias Reuters, essa operação não é suficiente para apaziguar as pressões sobre o mercado.

(Com Reuters e Valor)

Saiba quais são os motivos do sobe e desce do dólar, as medidas adotadas pelo governo e quem essa oscilação beneficia

Entenda

Cotações