Vale, dona da mineradora do desastre de MG, perde 13,5% desde o mar de lama

Do UOL, em São Paulo

Após operar em alta no início da manhã, o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, mudou de sentido e fechou esta quinta-feira (12) com queda de 0,39%, a 46.883,58 pontos. 

Um dos destaques foram as ações ordinárias da Vale (VALE3), que dão direito a voto em assembleia e perderam 1,76%, a R$15,05. As preferenciais (VALE5), que dão prioridade na distribuição de dividendos, recuaram 1,02%, a R$ 12,57. 

A Vale é parceira da anglo-australiana BHP Billiton no controle da mineradora Samarco, envolvida no desastre de Mariana (MG), ocorrido dia 5.

Considerando as cotações de um dia antes do acidente (4), as ações ordinárias da Vale caíram, até esta quinta-feira, 13,5% (de R$ 17,40 para R$ 15,05). As preferenciais perderam 10,72% (de R$ 14,08 para R$ 12,57).

Na véspera, a Bolsa havia subido 1,86%. No mês, a Bovespa acumula ganhos de 2,21%, mas, no ano, já perdeu 6,25%.

Petrobras também caiu

Vale e Petrobras têm grande peso no Ibovespa. As ações ordinárias da Petrobras (PETR3) fecharam em baixa de 2,59%, a R$ 9,02, e as preferenciais (PETR4) caíram 1,81%, a R$ 7,58.

Dólar fecha quase estável, a R$ 3,767

Após operar a maior parte do dia em alta e chegar a subir mais de 1%, o dólar comercial inverteu o movimento no final da tarde e fechou esta quinta-feira (12) quase estável, com leve queda de 0,06%, a R$ 3,767 na venda. 

Na véspera, a moeda norte-americana havia caído 0,58%. No mês, o dólar acumula desvalorização de 2,47%, porém, no ano, já subiu 41,69%.

Bolsas internacionais

As Bolsas da Europa fecharam em baixa. O índice de ações europeias FTSEurofirst 300 caiu 1,61%, maior perda diária desde 28 de setembro. A fabricante de carros e motores para aviões Rolls-Royce, que despencou 19,6%, maior recuo percentual diário da empresa em 15 anos.

  • Itália: -2,35%
  • Espanha: -2,25%
  • França: -1,94%
  • Inglaterra: -1,88%
  • Portugal: -1,24%;
  • Alemanha: -1,15%

As Bolsas da Ásia e do Pacífico também fecharam sem tendência definida.

  • Hong Kong: +2,4%;
  • Taiwan: +0,16%;
  • Austrália: +0,06%;
  • Japão: +0,03%;
  • Coreia do Sul: -0,2%
  • China: -0,45%;
  • Cingapura: -0,76%

(Com Reuters) 

 

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos