Bolsas

Câmbio

Bolsa recua 0,7% no dia e emenda 4ª queda, mas fecha semana com leve alta

Do UOL, em São Paulo

Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, chegou a subir mais de 1% durante a manhã, mas inverteu o movimento e emendou a quarta queda seguida nesta sexta-feira (26). A Bolsa fechou em baixa de 0,7%, a 41.593,08 pontos. 

A Bolsa, no entanto, termina a semana com leve alta de 0,12%. No mês, acumula valorização de 2,94% e, no ano, perda 4,05%. Na véspera, a Bolsa havia caído 0,47%.

A queda do Ibovespa hoje foi puxada, principalmente, pelo desempenho negativo das ações da Petrobras, que têm grande peso sobre o índice. Também foram destaque de queda os papéis da Oi e da BRF, dona das marcas Sadia e Perdigão (leia mais abaixo)

Dólar sobe 1,21% e encosta em R$ 4

No mercado de câmbio, o dólar comercial fechou em alta de 1,21%, a R$ 3,998 na venda, após duas quedas seguidas.

Apesar de subir no dia, a moeda encerrou a semana com queda de 0,62% e acumula desvalorização de 0,66% no mês. No ano, no entanto, tem alta de 1,26%.

Petrobras cai

As ações ordinárias da Petrobras (PETR3), com direito a voto em assembleia, encerraram a sessão com queda de 1,29%, a R$ 6,89. Os papéis preferenciais (PETR4), com prioridade na distribuição de dividendos, recuaram 0,41%, a R$ 4,87. O dia foi de queda dos preços do petróleo no mercado global. 

Oi e BRF recuam 

Os papéis ordinários da Oi tiveram a maior queda do Ibovespa. A BRF teve a segunda maior baixa e foi o segundo papel mais negociado do índice nesta sessão. 

As ações ordinárias da Oi (OIBR3) caíram 7,98%, a R$ 1,50, enquanto as preferenciais (OIBR4) se desvalorizaram 4,96%, a R$ 1,34. As ações ordinárias fazem parte do Ibovespa e as preferenciais, não. Na véspera, elas haviam despencado 19,31% e 16,57%, respectivamente. 

As ações da empresa de alimentos BRF (BRFS3) caíram 7,68%, a R$ 50, após divulgação de balanço

Bolsas internacionais

As principais Bolsas da Europa fecharam em alta acentuada. O índice das principais ações europeias, FTSEurofirst 300, teve alta de 1,59%. 

  • Itália: +2,22%;
  • Alemanha: +1,95%;
  • Espanha: +1,63%;
  • França: +1,56%;
  • Inglaterra: +1,38%;
  • Portugal: +1,04%
As Bolsas da Ásia e do Pacífico também fecharam em alta, exceto a da Austrália. 
  • Hong Kong: +2,52%;
  • Cingapura: +1,77%;
  • China: +0,95%;
  • Taiwan: +0,54%;
  • Japão: +0,3%;
  • Coreia do Sul: +0,08%;
  • Austrália: -0,02%

(Com Reuters) 

 

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos