Bolsas

Câmbio

Dólar cai pelo 5º dia e fecha a R$ 3,27; na semana, acumula queda de 3,56%

Do UOL, em São Paulo

dólar comercial fechou esta sexta-feira (23) em queda de 0,89%, cotado a R$ 3,27 na venda. É a quinta baixa seguida da moeda norte-americana, que havia caído 0,98% na véspera. Esse é novamente o menor valor de fechamento desde 9 de novembro, quando valia R$ 3,21.

Com isso, o dólar encerra a semana com queda acumulada de 3,56%, a maior desde 1º de julho (-4,35%). A moeda tem desvalorização de 3,46% no mês e de 17,17% no ano.

A semana foi de poucos negócios por causa da proximidade das festas de fim de ano.

Economia e política

Investidores continuavam de olho no cenário político e econômico brasileiro. Na véspera, o governo anunciou proposta de minirreforma trabalhista com 11 pontos da Convenção Coletiva de Trabalho (CLT) que poderão passar a ser negociados, incluindo jornada de trabalho.

Além disso, o presidente Michel Temer anunciou que trabalhadores poderão sacar todo o dinheiro de contas inativas do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço).

"O governo está tentando implementar uma agenda positiva com as medidas dos últimos dias e há perspectiva de desaceleração da inflação, corte dos juros e economia querendo pegar tração", disse à agência de notícias Reuters o operador da Advanced Corretora Alessandro Faganello.

Atuações do BC

O Banco Central novamente não fez nenhuma intervenção no câmbio. O último dia em que atuou no mercado foi em 13 de dezembro.

Juros nos EUA

No exterior, investidores buscavam novas pistas sobre a possibilidade de aumentos dos juros nos Estados Unidos. O Fed (Federal Reserve, o banco central norte-americano) sinalizou que deve subir juros três vezes em 2017.

Juros mais altos nos EUA podem atrair para lá recursos atualmente investidos em economias com taxas maiores, como é o caso do Brasil. Com isso, a tendência é de alta do dólar por aqui. 

(Com Reuters)

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos