Bolsas

Câmbio

Bolsa tem 4ª alta seguida e fecha no maior nível em um mês; JBS sobe 3%

Do UOL, em São Paulo

O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, emendou a quarta alta e fechou esta segunda-feira (3) com valorização de 0,6%, a 63.279,58 pontos. Esse é o maior nível de fechamento desde 30 de maio (63.962,27 pontos). Na sexta-feira (30), a Bolsa havia subido 1,06%.

As ações da JBS se valorizaram 3,06%, a R$ 6,73, e ficaram entre as maiores altas do índice hoje. Os papéis da empresa têm sofrido grandes variações desde que se tornou pública a notícia de que alguns de seus executivos negociavam delação premiada no âmbito da operação Lava Jato.

Influenciou ainda o avanço desta sessão o desempenho positivo dos papéis da mineradora Vale, que subiram mais de 2%. Banco do Brasil, Bradesco e Itaú Unibanco também tiveram ganhos.

As ações ordinárias (com direito a voto em assembleia) da Petrobras fecharam em alta, enquanto as ações preferenciais (com prioridade na distribuição de dividendos) ficaram praticamente estáveis. Essas empresas têm grande peso sobre o Ibovespa.

Dólar cai 0,23%, a R$ 3,305

dólar comercial fechou em queda de 0,23%, cotado a R$ 3,305 na venda, após duas altas seguidas. Na sexta-feira (30), a moeda norte-americana havia subido 0,14%.

Para os investidores, o clima político estava um pouco mais ameno após o ex-assessor do presidente Michel Temer e ex-deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) deixar a prisão preventiva, ainda que com restrições, e o senador Aécio Neves (PSDB-MG) ter recebido aval para retornar às atividades do seu mandato.

(Com Reuters)

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos