Bolsas

Câmbio

Dólar sobe para R$ 3,628, maior valor em mais de 2 anos; Bolsa fica estável

Do UOL, em São Paulo

O dólar comercial subiu pelo segundo dia seguido e fechou esta segunda-feira (14) em alta de 0,76%, cotado a R$ 3,628 na venda. É o maior valor de fechamento desde 7 de abril de 2016, quando o dólar valia R$ 3,694. Na sexta-feira (11), a moeda havia subido 1,53%

O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou praticamente estável, com leve alta de 0,01%, a 85.232,19 pontos. Na sexta, o índice havia caído 0,75%.

Leia também:

Empresa de energia despenca 10,9% na Bolsa

Entre os destaques da Bolsa, as ações da EDP (Energias de Portugal) Brasil despencaram 10,9%, na maior queda do dia. Nesta segunda, a concorrente China Three Gorges confirmou oferta para a compra da empresa portuguesa. A operação, no entanto, não envolveria uma oferta pública pela unidade brasileira.

As ações da Petrobras (+4,15%) e da mineradora Vale (+3,12%) registraram alta, enquanto os papéis do Banco do Brasil (-2,49%), do Itaú Unibanco (-1,5%) e do Bradesco (-1,43%) fecharam em baixa. Essas empresas têm grande peso sobre o Ibovespa.

Eleições e ação do BC

O dólar chegou a operar em queda pela manhã, mas passou a subir no começo da tarde, após pesquisa de intenção de votos para a Presidência. A pesquisa indicou a preferência do eleitorado por candidatos que os investidores consideram menos comprometidos com o controle dos gastos públicos.

A atuação mais forte do Banco Central no mercado de câmbio contribuiu para conter um pouco a alta da moeda. Após o fechamento de sexta-feira, o BC anunciou oferta adicional de swap cambial tradicional (equivalente à venda de dólar no mercado futuro) a partir desta segunda-feira.

(Com Reuters)

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos