Bolsas

Câmbio

Dólar salta 2,3% e vai a R$ 3,926, novo recorde em mais de 2 anos

Do UOL, em São Paulo

O dólar comercial fechou esta quinta-feira (7) em alta de 2,28%, cotado a R$ 3,926 na venda, no terceiro avanço seguido. Essa é a maior valorização percentual diária desde 18 de maio de 2017 e o maior valor de fechamento desde 1º de março de 2016 (R$ 3,941). Na véspera, o dólar subiu 0,74%. 

Em casas de câmbio de São Paulo, o dólar para turistas, que é mais caro, era vendido a R$ 4,14 para quem compra em dinheiro vivo, e a R$ 4,35, para o cartão pré-pago, já considerando o IOF.

Investidores estavam preocupados com a situação fiscal do país, após a greve dos caminhoneiros levar o governo a reduzir o preço do diesel gerando impacto bilionário sobre as contas públicas.

Além disso, pesquisas eleitorais têm mostrado dificuldade dos candidatos que o mercado considera como mais comprometidos com o controle das contas públicas emplacarem na corrida presidencial.

Leia também:

Atuação do BC no mercado

Diante da disparada do dólar, o Banco Central aumentou sua atuação no mercado de câmbio. Nesta sessão, foram feitos dois leilões extras de swaps cambiais tradicionais (equivalentes à venda futura de dólares).

O primeiro vendeu 15 mil contratos, enquanto o segundo ofertou mais 40 mil contratos. Somente com esses dois leilões foram injetados US$ 6,866 bilhões neste mês no mercado.

(Com Reuters)

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos