PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Cotações

Dólar sobe pelo 2º dia e vai a R$ 3,905, com exterior e eleições; Bolsa cai

Do UOL, em São Paulo

16/08/2018 17h06Atualizada em 16/08/2018 17h27

dólar comercial fechou esta quinta-feira (16) em alta de 0,12%, cotado a R$ 3,905 na venda. É o segundo avanço seguido da moeda norte-americana e novamente o maior valor desde 5 de julho (R$ 3,934). Na véspera, o dólar havia subido 0,87%.

O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou em queda de 0,34%, a 76.818,72 pontos, na segunda baixa consecutiva. Na véspera, a Bolsa havia caído 1,94%.

Leia também:

Vale, Petrobras e Itaú caem

Entre os destaques da Bolsa, as ações da mineradora Vale (-1,37%), da Petrobras (-0,52%) e do Itaú Unibanco (-0,14%) registraram queda, enquanto os papéis do Banco do Brasil (+0,31%) fecharam em alta e os do Bradesco ficaram estáveis. Essas empresas têm grande peso sobre o Ibovespa.

A maior alta do dia foi da Eletrobras. As ações da estatal de energia subiram 7,93%, apesar de o TRT-RJ (Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro) ter suspendido provisoriamente o leilão de distribuidoras no Norte e no Nordeste.

Disputas no exterior e eleições no Brasil

Investidores estavam de olho no cenário externo. Nesta quinta, a China anunciou uma nova rodada de negociações com os Estados Unidos, reduzindo as preocupações sobre a guerra comercial entre os dois países.

A crise na Turquia também continuou no radar, após o ministro das Finanças turco afirmar que vai cortar gastos e descartar uma eventual ajuda do FMI (Fundo Monetário Internacional).

No Brasil, investidores estavam de olho no cenário político, diante da dificuldade de candidatos preferidos pelo mercado subirem nas pesquisas de intenção de votos para a Presidência.

(Com Reuters)

Cotações