PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Cotações

Após 7 dias de alta, dólar opera em queda, perto de R$ 4,10; Bolsa sobe

Do UOL, em São Paulo

24/08/2018 09h16Atualizada em 24/08/2018 15h53

dólar comercial operava em queda nesta sexta-feira (24), e a Bolsa subia. Por volta das 15h50, a moeda caía 0,46%, a R$ 4,104. No mesmo horário, o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, tinha alta de 0,67%, a 76.138,2 pontos.

Na véspera, o dólar fechou em alta de 1,65%, cotado a R$ 4,123 na venda, no sétimo avanço seguido. Foi o maior valor de fechamento desde 21 de janeiro de 2016 (R$ 4,166). O Ibovespa terminou em queda de 1,65%.

O valor do dólar divulgado diariamente pela imprensa, inclusive o UOL, refere-se ao dólar comercial. Para turistas, o valor sempre é maior.

Leia também:

Cenário externo e eleições

O mercado segue com um olho no movimento no exterior e outro no cenário eleitoral no Brasil. 

Mais cedo, o chefe do banco central norte-americano, Jerome Powell, reforçou a mensagem de que os juros nos Estados Unidos continuarão subindo aos poucos, o que trouxe alívio aos investidores que temiam uma alta mais acelerada.

A guerra comercial entre Estados Unidos e China também estava no radar do mercado, após o ministro das Finanças chinês, Liu Kun, afirmar que seu país continuará a responder eventuais novas tarifas comerciais impostas pelos EUA.

Até agora, a China impôs ou propôs tarifas sobre US$ 110 bilhões em produtos dos EUA, representando a maior parte de suas importações de produtos norte-americanos. Negociações comerciais entre autoridades norte-americanas e chinesas terminaram na quinta-feira sem qualquer sinal de grande avanço.

Atuação do BC

O Banco Central vendeu 4.800 contratos de swaps cambiais tradicionais, equivalentes à venda futura de dólares para rolagem do vencimento de setembro, no total de US$ 5,255 bilhões.

Se mantiver essa oferta diária e vendê-la até o final do mês, terá feito a rolagem integral.

(Com Reuters)

Cotações