ipca
0,45 Out.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Empreendedorismo

Tire suas ideias do papel: 21 empresários dizem como ter sucesso no negócio

Afonso Ferreira

Do UOL, em São Paulo

03/10/2014 06h00

Colocar as ideias em prática, estabelecer metas, ter paciência e evitar desperdícios são algumas dicas para construir um negócio sólido, segundo empresários como Miguel Krigsner, fundador de O Boticário, e Carlos Alberto Sicupira, bilionário sócio da Ambev.

O UOL reuniu os conselhos de 21 empreendedores bem-sucedidos para quem quer abrir a própria empresa ou está dando os primeiros passos no mercado. 

Para o fundador de O Boticário, a principal sugestão para quem vai começar um negócio é fazer um plano realista e ter paciência, não esperar resultados e lucro rápidos.

"Uma empresa sólida não é construída de uma hora para outra. É preciso ter paciência para entender e aceitar isso como um processo natural", afirma. Segundo ele, O Boticário levou mais de 30 anos para alcançar o posto de franquia com o maior número de lojas no país.

O bilionário Beto Sicupira, parceiro de negócios de Jorge Paulo Lemann, afirma que empresas bem-sucedidas precisam ser bem estruturadas, evitar desperdícios e prezar pela excelência. 

"Gaste menos do que seus concorrentes e trabalhe mais que eles", recomenda Sicupira no livro "Vai que Dá", lançado este mês pela editora Portfolio-Penguin.

Coloque seus planos em prática e estabeleça limites

Tirar os planos do papel é a dica do palestrante David Portes. O ex-camelô começou sua trajetória com o equivalente a R$ 12 gastos na compra de doces para vender em uma banca. Hoje é dono de uma cafeteria, da agência de publicidade DMarketing e faz palestras em todo o país. 

Segundo ele, boas ideias são comuns, mas, para ter sucesso nos negócios, é preciso colocá-las em prática. "O grande empreendedor é aquele que passa do pensamento para a ação e faz as coisas acontecerem. O que é pior: arrepender-se de algo que fez ou do que não fez?"

Se o empresário já começou a trabalhar e está enfrentando problemas para tocar seu negócio, Rogério Gabriel, fundador da franquia Prepara Cursos, sugere persistência com limites. 

“Não abandone o negócio na primeira dor de barriga, mas não se apegue a ele se não enxergar viabilidade. Imponha limites para as perdas e os respeite.”

No livro "Vai que Dá", Gabriel conta que teve de aprender essa lição na prática. Antes de fundar a escola de cursos profissionalizantes, o empresário era dono de uma rede de lojas de informática.

A entrada de grandes varejistas nesse mercado, como Extra, Walmart e Carrefour, levou a empresa à falência e sua teimosia fez com que as perdas alcançassem R$ 10 milhões.

$escape.getHash()uolbr_quizEmbed('http://economia.uol.com.br/quiz/2014/09/29/voce-tem-espirito-empreendedor.htm')

Mais Empreendedorismo