Ex-tatuador fatura com esculturas e pinturas de cachorros e expõe até em NY

Thâmara Kaoru

Colaboração para o UOL, em São Paulo

Já imaginou ter uma obra de arte inspirada em seu cãozinho para apreciar a hora em que quiser? Foi nessa ideia que Fabio Polesi, 43, de São Paulo, decidiu apostar. Ele faz esculturas e pinturas de bichos de estimação, principalmente cachorros, e tem sua obra exposta em uma galeria de Nova York (EUA). Por esse canal, já vendeu suas peças para 16 países diferentes.

Ele entrou na chamada "pet art" por acaso. Já havia trabalhado como tatuador e estava atuando no ramo da decoração quando teve a ideia de pintar uma escultura de buldogue francês. "Foi aí que percebi que peças de decoração de cães vendiam mais". Ele passou a participar de eventos pets e até de aniversário de cachorro quando decidiu investir de vez no negócio.

Seus destaques são os cofres em formato de buldogue francês e inglês, bull terrier e american bully. O plano para o próximo ano é aumentar em mais três os tipos de raça oferecidos. Os preços variam de R$ 150 a R$ 200. O cliente escolhe entre fazer um modelo inspirado em seu cachorro ou peças customizadas com roupas de super-heróis, desenhos e cores diferentes.

O pet artista, como se intitula, também faz quadros dos animais e estampas em acessórios. "Dá para fazer em qualquer coisa, até em garrafa, parede, cadeira, geladeira e skate", diz.

Ele afirma que, no Brasil, 90% dos clientes querem uma arte com o seu próprio cachorro. "Nos EUA, os consumidores compram se gostam, independentemente de ser a raça de seu cão ou não."

Em maio do ano passado, quando ainda estava começando seu trabalho, ele fazia cerca de 20 cachorros por mês. Meses depois, em novembro de 2015, já confeccionava 250 modelos. Hoje, ele já não consegue mais mensurar quantas peças entre cofres e desenhos personalizados faz. O faturamento e o lucro não foram informados.

Exposição nos EUA

O sucesso em apresentar os animais de forma estilizada deu tão certo para Polesi que ele começou a expor seu trabalho em Nova York (EUA), no final do ano passado, após ajuda da curadora da Ward-Nasse Gallery, Leda Maria Prado. Ele diz que, como é membro da galeria, suas peças são expostas permanentemente.

Os cachorros são vendidos tanto para os americanos, quanto para turistas. "Minhas peças compradas na galeria foram para 16 países diferentes", afirma. Ele também fez eventos na Califórnia, em locais como Los Angeles e Beverly Hills, e tem suas peças vendidas em um petshop de lá. O próximo passo é investir na Europa.

Criou coletivo de artistas

A expansão também fez com que Polesi criasse, neste ano, o Pet Art Crew, em que com outros cinco artistas brasileiros e estrangeiros fazem os pets estilizados. "É um coletivo de artistas convidados para trabalhar comigo, e cada um tem sua linha de arte". Ele afirma, porém, que é difícil viver só como artista no Brasil. "A maioria tem um outro trabalho sem relação com arte".

Para ele, os brasileiros têm dificuldade de comprar a arte apenas pela arte. "Eles têm que ver alguma utilidade para o que vão comprar. Por isso fiz o cofre. Muitos nem usam como cofrinho, mas precisam de um motivo para gastar." O Pet Art Crew também tem tênis e capinhas de celular com desenhos de cachorros.

Segmento de economia criativa está em alta

Para o consultor do Sebrae-SP Adriano Augusto Campos, o setor de economia criativa está em crescimento. "São vários segmentos que trabalham com arte e utilizam a criatividade em vez de só reproduzir algo.  Eles estão blindados contra a robotização."

Ele explica ainda que o artista conseguiu juntar dois fatores que também estão em alta: a arte e os pets. "Aos poucos, ele vai criando sua identidade."

Artista precisa conhecer seu público

O cuidado, segundo o consultor, é que, na arte, o comprador precisa saber quem é o artista, caso contrário, ele não se fideliza. "É preciso criar relacionamento".

A distância entre artista e consumidores pode dificultar também o conhecimento do público-alvo. "Ele pode não saber com muita clareza quem são seus clientes".

Onde encontrar:

Pet Art Crew: www.facebook.com/petartcrew
 

Vídeo encantador mostra urso fazendo carinho em cachorro

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos