Bolsas

Câmbio

Eles vendiam produto de limpeza em Kombi e hoje têm 2 fábricas e 226 lojas

Márcia Rodrigues

Colaboração para o UOL, em São Paulo

Os engenheiros Leonardo, 40, Leandro, 36, e José Edmar Castelo, 70, abriram a Ecoville, em julho de 2007, e começaram a fabricar e vender produtos de limpeza biodegradáveis com uma Kombi de porta em porta, nas ruas de Joinville (SC). Em junho do ano passado, a empresa virou franquia e passou a atender todo o país.

Atualmente, pai e filhos comandam duas fábricas -uma em Joinville e outra em Belo Horizonte (MG)-, seis lojas próprias, 80 franquias (72 lojas físicas e oito móveis em carros que atuam com a venda direta) e mais 140 lojas licenciadas para a revenda exclusiva de seus produtos. Entre lojas e franquias são 226 unidades.

Para abrir o negócio, eles venderam duas pick-ups Silverado, na época avaliadas em R$ 30 mil cada. Com o investimento de R$ 60 mil, compraram um terreno e construíram um galpão para iniciar a fabricação dos produtos e duas Kombis velhas, que custaram R$ 4.500 cada, para fazer a venda direta.

"Nós investimos tudo o que tínhamos. Precisamos dormir durante um tempo no galpão, na parte onde ficava o escritório, porque não tínhamos dinheiro para voltar para casa todos os dias. Além disso, precisávamos trabalhar durante a madrugada para fabricar os produtos que venderíamos no dia seguinte."

Rede fabrica 250 produtos

O faturamento e o lucro do negócio não foram divulgados, mas Leonardo diz que a empresa produz 3 milhões de litros de produtos de limpeza (água sanitária, álcool etílico, alvejante, amaciante, desinfetantes, entre outros) por mês.

A rede, que começou com um mix de 20 produtos de limpeza, hoje tem cerca de 250. Segundo Leonardo, todos têm licenciamento da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e são sustentáveis, ou seja, não poluem o meio ambiente. A empresa também não faz testes em animais, diz ele.

Entre os produtos, estão linha para higienização doméstica (roupas, pisos, móveis, cozinhas e banheiros), automotiva (lavagem de estofado, limpeza de pneus, cera etc) e profissional (condomínios, fachadas, açougues, hospitais etc).

O artigo mais barato comercializado pela franquia é a água sanitária (R$ 1,49 o litro), e o mais caro é um produto de limpeza para porcelanato (R$ 48 o galão de 5 litros). A linha de artigos para lavar roupa (sabão em pó e líquido, alvejante com ou sem cloro, amaciante etc) é a mais vendida pela rede.

Saíram de São Paulo para empreender em Joinville

Leonardo afirma que a família decidiu sair de São Paulo para abrir a empresa em Joinville por causa da concorrência. "Nós vimos que em São Paulo a venda porta a porta de produtos de limpeza era forte e que havia muita concorrência. Por isso resolvemos partir para uma cidade menor e com grande potencial de crescimento."

O empresário diz que os três observaram, também, que o mercado não era profissionalizado e que os produtos eram vendidos em garrafões reaproveitados. Decidiram, então, apostar em opções sustentáveis e vender em embalagens novas.

Franquia a partir de R$ 105 mil

A Ecoville oferece dois modelos de negócio: venda direta e loja física. Confira os dados fornecidos pela empresa:

Venda direta

  • Investimento inicial: R$ 105 mil (inclui taxa de franquia, capital de giro, custos de instalação e da compra de um carro, que pode ser Fiorino, Saveio ou Towner, para trabalhar)
  • Faturamento médio mensal: R$ 20 mil
  • Lucro médio mensal: R$ 4.000 (20% do valor do faturamento)
  • Prazo de retorno do investimento: em até 27 meses

Loja física

  • Investimento inicial: R$ 170 mil (inclui taxa de franquia, capital de giro, custos de instalação e da compra de um veículo, necessário porque, mesmo com a loja, há o complemento do negócio com a venda direta)
  • Faturamento médio mensal: R$ 60 mil
  • Lucro médio mensal: R$ 7.200 (12% do valor do faturamento)
  • Prazo de retorno do investimento: em até 24 meses

Leonardo afirma que a rede comercializa seus produtos para todo o país e que espera chegar a 300 unidades franqueadas até o fim do ano. "Iniciamos a nossa expansão por licenciamento, mas à medida que os contratos vão terminando, as lojas virarão franquia também. A diferença entre a loja franqueada e a licenciada é que a segunda não paga royalties."

Produtos sustentáveis são tendência

Para Paulo Ancona, sócio-diretor da Vecchi Ancona - Inteligência Estratégica, é muito positivo o fato de a empresa investir na criação de linhas de produtos de limpeza biodegradáveis e que não prejudiquem o meio ambiente.

"É uma tendência de mercado que veio para ficar. Em países desenvolvidos como a Noruega e a Dinamarca, por exemplo, todos os produtos de limpeza são desenvolvidos de forma a não afetar o meio ambiente. Aqui ainda estamos caminhando, mas é uma medida que deve se intensificar nos próximos anos."

Ancona afirma também que o grande desafio da empresa é manter seus preços competitivos. "Aqui no Brasil ainda estamos na fase que os produtos biodegradáveis e sustentáveis são mais caros. A empresa precisa manter seus preços competitivos para continuar crescendo."

Onde encontrar:

Ecoville - http://www.ecovillequimica.com.br/

Conheça os chineses ninjas da limpeza

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos