Bolsas

Câmbio

Por R$ 220, cursos profissionais para oficinas ensinam a manter sua bike

Fábio Luís de Paula

Colaboração para o UOL, em São Paulo

Para faturar mais com seus negócios no ramo de bicicletas, empresários passaram a oferecer cursos de mecânica para diversos públicos: consumidores, mecânicos e lojistas. Há cursos diversos, que ensinam desde consertar e fazer manutenção de bicicletas até gerenciar uma empresa do setor.

"Percebi que uma das maiores dificuldades dos lojistas era a falta de gente qualificada para prestar serviço e que acompanhasse a evolução das novas tecnologias", diz Henrique Zompero, 36, que abriu em 2012 a Escola Park Tool, em São Paulo.

A ideia de abrir a escola, no mesmo espaço onde funcionavam sua bike shop e oficina, surgiu após fazer uma especialização nos Estados Unidos para treinar seus mecânicos. Em 2015, ele abriu uma unidade em Belo Horizonte (MG).

"A tecnologia de bicicletas tem mudado muito. Hoje há sistema de marcha sem fio e é possível fazer regulagem por aplicativos de celular", afirma ele, que atua há 18 anos no ramo.

A Park Tool conta com 18 cursos, pelos quais já passaram 5.000 alunos. Há cursos fechados para empresas do setor e módulos itinerantes em outros Estados.

Curso ensina a fazer manutenção da própria bike

A bike shop e mecânica Pedal Power, em São Paulo, oferece apenas um curso, voltado principalmente a consumidores.

"A ideia é ensinar os clientes a mexer corretamente nas próprias bikes. Não só para saber como sair de uma emergência, mas também para manutenção", diz Jean Graminho, 40, diretor de marketing da loja, há 24 anos no mercado. O curso existe há 11 anos e já atendeu quase 900 alunos.

Aulas de mecânica e empreendedorismo

Em São Paulo, a Labici Workshop oferece aulas há um ano, com curso prático e voltado para empreendedorismo. "Damos dicas de gerenciamento e administração", diz Lucas Matos, 22, responsável pelo marketing.

A Labici oferece sete cursos para quem quer renda extra, abrir um negócio ou se profissionalizar. Já foram capacitados cerca de 500 alunos em todo o Brasil.

Investimentos e planos de expansão

  • Park Tool: investimento inicial de R$ 2.000 (unidade de São Paulo) e R$ 400 mil (unidade de BH). A empresa fatura nas duas unidades R$ 80 mil por mês, e lucro em torno de 20% do valor.
  • Pedal Power: não revela investimento inicial; faturamento mensal é de R$ 2.590, com cerca de 70% de lucro.
  • Labici: não revela investimento, faturamento e lucro.

A Labici deve inaugurar neste ano dois novos cursos e tem planos, ainda sem previsão, de aprimorar o e-commerce para a América Latina e expandir as aulas itinerantes em outros Estados.

Valores dos cursos

  • Park Tool: de R$ 220 (amador) a R$ 1.035 (suspensão).
  • Pedal Power: R$ 259 (básico).
  • Labici Workshop: de R$ 350 (introdução à mecânica) a R$ 4.200 (formação completa).

Turma de mecânica 100% feminina

A Bike123 (plataforma online onde mecânicos de bicicleta oferecem seus serviços) ofertou bolsa de estudos exclusivamente para dez mulheres e formou uma turma 100% feminina na Park Tool. Elas vão fazer os cursos e se tornar capacitadas para montar e desmontar bicicletas, regular câmbios e freios, realizar reparos e diagnosticar problemas.

Segundo Rafael Taleisnik, fundador da Bike123, "o número de mulheres mecânicas profissionais em oficinas de bike é muito pequeno em relação ao de homens: em 400 estabelecimentos comerciais do setor no Brasil, menos de 1% dos técnicos são mulheres".

70 milhões de bicicletas no Brasil

Para Luís Cláudio de Sousa Pereira, consultor do Sebrae-SP, ampliar a oferta de serviços é uma "excelente ideia". "Um novo negócio abre uma proposta de valor para novo segmento de clientes", diz. Ele aponta também o bom conhecimento de mercado, com identificação, análise e uma visão assertiva dos empresários.

Ele diz que a demanda por capacitação pode ser grande. Estudo da Abraciclo (Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares) estima que existam hoje 70 milhões de bicicletas no Brasil (40% na região sudeste).

Em São Paulo, a ciclovia incentivou o uso da bicicleta, diz Pereira, mas a estagnação da expansão seria hoje um limitador para esse mercado. Hoje, a rede na cidade é de 498,3 km segundo a CET-SP (Companhia de Engenharia e Tráfego de São Paulo).

Onde encontrar

Escola Park Tool: escolaparktool.com.br

Pedal Power: www.pedalpower.com.br

Labici Workshop: www.labiciworkshop.com.br

Bike123: www.bike123.com.br

Descendo uma parede de bike

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos