Bolsas

Câmbio

Irmãs faturam R$ 8 mi com taças lambuzadas de chocolate ou queijo derretido

Aline Torres

Colaboração para o UOL, em Florianópolis (SC)

As irmãs Bruna, 27, e Paula Vieira, 33, abriram, em 2014, uma cafeteria e doceria na cidade litorânea de Itapema (SC). Além de croissants, a Café du Centre oferece também taças lambuzadas de coberturas doces e salgadas.

As taças lambuzadas são preparadas deixando o doce (Nutella ou brigadeiro) ou o salgado (queijo derretido) escorrer por fora do recipiente.

Após três anos da inauguração, as irmãs têm 15 franquias espalhadas pelo país; a primeira internacional será aberta em Londres, no primeiro semestre de 2018.

Para investir na empresa, as irmãs usaram R$ 80 mil da venda de um carro. No ano passado, o faturamento foi de R$ 8 milhões, e o lucro, de R$ 600 mil. Segundo Bruna, a previsão é que a empresa cresça 100% em 2018, devido a novas franquias em negociação.

Esse crescimento, no entanto, poderia ser bem maior, diz Bruna, se não fosse um cuidado específico com o perfil dos franqueados.

"Não queremos atrair investidores. Queremos atrair famílias, mulheres empreendedoras e casais que irão trabalhar na doceria, conhecer pessoalmente os clientes, conversar com cada um deles. Esse não deve ser um projeto de negócio, mas um projeto de vida", afirma ela.

Ideia das taças lambuzadas surgiu por acaso

Segundo Bruna, as taças lambuzadas surgiram por acaso. "Quando fui preparar a taça de sorvete para um cliente, achei sem graça e resolvi dar uma incrementada. Levei até a mesa dele e disse que, se não tivesse gostado, eu iria refazer do jeito tradicional. Mas ele adorou", diz.

Em 2015 o café lançou a taça salgada, com presunto parma e queijo francês (brie) derretido e transbordando por fora da taça, acrescido de toque de azeite trufado.

O carro-chefe da cafeteria são os croissants doces, agridoces e salgados, feitos artesanalmente por uma confeiteira francesa que mora na cidade e enviados para toda a rede. Cerca de 20 mil croissants são produzidos por mês para as 15 franquias. Em Londres a receita será adaptada.

Há também no cardápio sanduíches gourmet, cafés, chocolates quentes e outras três sobremesas (brownie, tortas e petit gateau).  

Franquias a partir de R$ 300 mil

Confira os dados, fornecidos pela empresa, para abrir uma franquia:

  • Investimento inicial: de R$ 300 mil a R$ 350 mil (valor inclui taxa de franquia, custo de instalação e capital de giro)
  • Faturamento médio mensal: de R$ 70 mil a R$ 80 mil
  • Lucro médio mensal: em torno de R$ 50 mil
  • Prazo de retorno do investimento: a partir de 12 meses (região Sul) e de 19 meses (para demais regiões do Brasil). A diferença se dá, segundo as empresárias, porque na região Sul o hábito de tomar café é mais forte; por isso as vendas são maiores, e o retorno do investimento é mais rápido.

É preciso investir em pesquisa e inovação de tendência

De acordo com Celso Orlando Pirmann, gestor de projetos do Sebrae de Itapema, "esses dois produtos criaram um diferencial competitivo e isolaram a cafeteria do mercado".

Para o especialista, esse é o momento para investir na expansão da rede, pois o diferencial pode não existir amanhã. "As taças e até mesmo os croissants podem deixar de atrair os clientes, quando surgirem outras novidades. Então, é preciso investir em pesquisa e inovação de tendências", disse.

Outra dica é fidelizar a clientela pelo bom atendimento e qualidade dos produtos.

Onde encontrar:

Café du Centre: www.cafeducentre.com.br

Transforme pão de forma em um Rolinho de Chocolate e Morangos

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos