Bolsas

Câmbio

Borracheiro desde os 14, tinha vergonha e agora funcionários usam gravata

Marialina Antolini

Colaboração para o UOL, em Vitória (ES)

Pneus espalhados, graxa, uniformes sujos. O que vem na cabeça quando o assunto é borracharia? Um empreendimento em Vitória (ES) quer quebrar estereótipos. A Borracharia do Leandro repaginou seu ambiente para receber os clientes e mudou o visual e o atendimento dos funcionários. O novo ambiente, moderno e confortável, foi inaugurado em agosto de 2017.

Eu comecei a trabalhar como borracheiro com 14 anos. Cheguei a ter vergonha de dizer que era borracheiro. Acho importante mudar isso, essa percepção que as pessoas têm da profissão, quebrar esse estereótipo da borracharia como um ambiente sujo. Cada profissão tem seu valor dentro da sociedade.

Leandro Freitas, dono da borracharia

Leia também:

Segundo Leandro Freitas, 37, a mudança no espaço "foi um caminho para transformar a percepção das pessoas e proporcionar ao cliente a melhor experiência possível". O empresário faz treinamentos com os funcionários, especialmente em relação ao tratamento dado aos clientes, e exige que usem uniforme com gravata e estejam sempre limpos. 

Leandro não revela investimento, faturamento nem lucro. Segundo ele, seus preços estão na média do mercado capixaba. Um cliente que chega com um pneu furado, por exemplo, paga em média R$ 20 pelo conserto. Alinhamento e balanceamento de pneus sai por cerca de R$ 80. A borracharia atende entre 50 e 80 clientes diariamente, tem 16 funcionários e funciona 24 horas, de domingo a domingo, inclusive em feriados.

Meta: 'ter a melhor borracharia do Brasil'

A carreira como borracheiro começou por ideia do pai, em 1994, quando tinha 14 anos. "Fechou uma loja [borracharia] perto da minha casa, e as pessoas sempre vinham perguntar. Meu pai achou que essa seria uma boa chance para mim e comprou um compressor, algumas ferramentas e ainda chamou uma pessoa para me ensinar como fazer", diz.

Estabeleceu uma meta: ter a melhor borracharia do Brasil, diz. Segundo ele, o projeto tem três fases --está atualmente na primeira, que começou em agosto de 2016.

Essa fase prevê mudar o ambiente, a partir da reforma da loja e da mudança de postura da equipe. Consequentemente, Leandro espera transformar a visão de clientes e funcionários sobre uma borracharia. A segunda etapa contempla a abertura de uma loja anexa à borracharia. A terceira e última fase do projeto é transformar a Borracharia do Leandro em uma franquia.

Pneu é a grande estrela

No espaço da borracharia, o pneu é a grande estrela: está nas paredes, nos móveis, é utilizado como pia e até lustre.

Tudo que eu conquistei na minha vida, de alguma forma, está relacionado ao pneu, que é o meu principal material de trabalho. Eu quis valorizar isso.

A ideia é enaltecer ainda mais o objeto: o planejamento de Leandro prevê, para meados deste ano, abrir uma loja para vender objetos feitos a partir do reaproveitamento de pneus.

É preciso conhecer o mercado

Para a analista do Sebrae-ES Jéssika Tristão, o empresário quis refinar um ramo de negócio que tem uma tradição de muito tempo e que, no senso comum, não tem características como atendimento diferenciado e ambientes limpos.

"Ele se capacitou como empresário e melhorou o atendimento de seus funcionários por meio de vestimenta, de comportamento e da técnica. Então, ele uniu diversas variáveis de um negócio e trabalhou com todas de uma vez, o que gera muito valor. Não focou só no ambiente."

A analista afirma, no entanto, que o planejamento é fundamental nesse processo, pois o investimento pode não trazer o retorno esperado se os clientes não perceberem o valor agregado. "Essa questão de melhorias de ambientes está muito forte em todos os setores. O risco, nesse caso, é que as pessoas não vejam tanto valor nisso, ou não se sintam à vontade num ambiente tão diferente do normal. Por isso, é importante conhecer bem o seu público."

Onde encontrar: www.borrachariadoleandro.com e www.facebook.com/borrachariadoleandro

Você sabe a hora certa de trocar o pneu?

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos